ÁGUA BOA

MÁFIA

Gaeco tenta desarticular ‘máfia’ do diploma falso em MT

Publicado em

GERAL

Foto: Reprodução/Internet

Policiais do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) estão atrás de prender três empresários donos de três faculdades acusados de envolvimento na “máfia dos diplomas falsos”, que funcionavam como verdadeiras organizações criminosas nas vendas de diplomas falsos do ensino superior, pós graduação e históricos escolares.

Além das três prisões preventivas, o  Gaeco, um braço do Ministério Público Estadual (MPE), ainda busca dois mandados de busca e apreensão.

A “Operação Zircônia” foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (8) tendo como objetivo cumprir cinco mandados judiciais, nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da Capital.

O objetivo da “Operação Zircônia”, é  apurar para denunciar e prender uma organização criminosa de envolvimento criminosos em fraudes de diplomas, históricos escolares e certificados de cursos, todos falsos.

Segundo o MPE, a quadrilha é especializada em realizar e oferecer cursos, com emissão de diplomas, históricos escolares, certificados de conclusão de cursos de ensino superior sem a devida autorização do Ministério da Educação (MEC).

Os donos dessa três falsas faculdades – nomes ainda mantidos em sigilo -,  também serão investigados por crimes estelionato, falsificação e uso de documentos públicos

Leia Também:  Ministro da Saúde quer manter preço dos planos de saúde congelados

As três “faculdades” que estão sendo investigadas, segundo o Gaeco, já estão com as atividades suspensas por determinação judicial.

O QUÊ É ZIRCÔNIA – Zircônia é  uma pedra muito parecida com o diamante. A diferença entre as duas é difícil de ser identificada por pessoas que não são especialistas no assunto, a exemplo das instituições investigadas na operação.

Olho no Araguaia – Diário de Matogrosso

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

SENAR – Serão mais de 800 parcerias educacionais com Sindicatos Rurais em agosto

Publicados

em

Curso de apicultura está entre mais procurados

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) em parceria com os 93 Sindicatos Rurais do estado estima a realização de 850 ações educacionais somente no mês de agosto. É importante lembrar que os treinamentos seguem as normas de biossegurança relacionadas à Covid-19 e estão sujeitos à alteração devido as restrições de cada município.

Em Jaciara está prevista mais uma turma de apicultura. Recentemente, o município criou uma Associação destinada aos pequenos apicultores. A iniciativa surgiu após um treinamento de apicultura básica realizada pela parceria entre Senar-MT e Sindicato Rural. Neste mês de agosto, além de Jaciara, Santo Antônio do Leverger, Confresa, Juara e Juscimeira também planejam este mesmo curso.

Outro treinamento muito demandado é o de Aplicação de agrotóxicos utilizando pulverizador autopropelido. Ele ensina produtores e trabalhadores rurais a realizarem o procedimento da forma adequada, desde a regulagem do equipamento até a análise de condições climáticas. O curso está previsto para ocorrer em mais de 30 cidades.

Para conhecer as capacitações disponíveis em cada município, os interessados devem entrar em contato com o sindicato rural local. O Sistema Famato também disponibiliza um portal de acesso com o contato de todos os sindicatos rurais de Mato Grosso. Para conferir basta clicar no link:  https://sistemafamato.org.br/portal/sindicatos/index.php.

Leia Também:  Com estradas ruins na região do Xingu, produtores não conseguem receber insumos; "Ninguém quer vir aqui"

Olho no Araguaia – Fonte: Assessoria de Imprensa Senar-MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA