ÁGUA BOA

CAMPANHA

Maio Amarelo: destaca os riscos do celular ao volante

Publicado em

GERAL

Pelo menos 250 mil motoristas foram flagrados usando o celular no trânsito em 2021, mostra levantamento da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), com dados do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf). O risco dessa prática ao dirigir é o alerta da entidade com a campanha “Toque pela Vida”, no Maio Amarelo, mês dedicado à conscientização para uma mobilidade saudável e segura.

Entre os estados brasileiros que se destacaram negativamente no ano passado, por terem mais registros desse tipo, São Paulo lidera com mais de 37%, com 91.362 ocorrências. Em seguida estão Minas Gerais e Goiás, com 30.843 e 16.971 infrações, respectivamente. A análise revela que, a cada hora, 28 condutores negligenciaram a atenção ao volante pelo uso do celular, reforçando uma das principais causas de sinistros no Brasil.

“A gente sabe que o telefone celular, durante a condução veicular, aumenta, de forma exponencial, a probabilidade de sofrer acidentes com lesões graves e até óbito”, alerta Antonio Meira Júnior, presidente da Abramet. A entidade destaca estudo que analisou mais de 30 mil sinistros com mortes e mostrou que as falhas de atenção ao conduzir, pelo uso do telefone celular, foram responsáveis por 14% deles.

Leia Também:  Polícia Civil aguardará perícia para confirmar se corpo encontrado é de homem que estava desaparecido

“Dirigir utilizando o celular quadruplica a probabilidade de sofrer um sinistro de trânsito e, se você estiver enviando uma mensagem, pode aumentar em até 23 vezes o risco. E esse acidente ocasionado pelo celular é típico caso que não foi acidente. É sinistro de trânsito, porque é passível de prevenção, poderia ter sido evitado”, diz Meira Júnior.

O presidente da Abramet cita três tipos de distrações provocadas pelo uso do celular ao volante, que explicam a gravidade da infração. “A distração manual, quando você pega o celular, fica segurando, mandando mensagem; a distração visual – você desvia a atenção para o celular quando deveria estar olhando ao redor do carro; e a distração cognitiva – quando o conteúdo da conversa ou da informação pode ocasionar uma alteração emocional e você ser responsável por causar uma tragédia”, acrescenta.

A associação lembra que não há orientação sobre uso seguro do celular ao volante. A prevenção é não usar o aparelho. “A maioria dos smartphones tem hoje tecnologia chamada de modo drive. Você coloca no modo em que se uma pessoa ligar, o aparelho envia uma mensagem automaticamente informando que você está conduzindo o veículo e que, no momento oportuno, vai responder”.

Leia Também:  Hoje é Dia: semana traz reflexão sobre a luta antimanicomial

O uso de celular na direção é uma infração gravíssima, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Quem for flagrado, pode pagar multa de R$ 243,47, além de ganhar sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

A campanha Toque pela Vida terá duração de um ano, destacando os riscos do uso do aparelho, mas também outros fatores que contribuem para os sinistros nas ruas, como consumo de álcool e drogas, excesso de velocidade, cinto de segurança, capacete, sono, condições do veículo, entre outros.

 

Olho no Araguaia – Edição: Graça Adjuto

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Publicados

em

Quantas vezes você já viu as pessoas passarem em alta velocidade onde a sinalização alerta sobre a presença de trabalhadores na pista? É a postura típica de quem acha que seu tempo vale mais que a vida dos outros. Reduzir a velocidade é a melhor maneira de demonstrar seu respeito com esses profissionais.

No início do mês de Maio, dedicado a segurança viária, mais um trabalhador morreu enquanto atuava em prol da segurança dos usuários de rodovias. Desta, vez na Fernão Dias (BR-381). Esse tipo de situação é cada vez mais frequente em função do abuso do  excesso de velocidade nas rodovias.

A sinalização de redução de velocidade é desrespeitada regularmente, mesmo com a presença visível de inúmeros trabalhadores. Nem mesmo socorristas, bombeiros, policiais e médicos estão protegidos quando atendem a um acidente. Até funcionários que trabalham nas praças de pedágio morreram em colisões com as cabines. Outros foram atropelados quando atendiam usuários das concessionárias.

Por isso, a campanha dos próximos 30 dias do SOS Estradas é focada na preservação da vida desses brasileiros. Respeite sempre a sinalização; principalmente, quando perceber a presença de pessoas trabalhando na pista. Muitos colocam em risco a  própria vida para que você possa viajar com segurança. Proteja quem trabalha para cuidar da sua segurança e dos seus.

Leia Também: 

Você poderá encontrar numerosos casos, divulgados por diferentes veículos, de vítimas da imprudência ou imperícia de condutores nas nossas estradas. E infelizmente, na maior parte dos casos, as famílias ficam com a dor e nenhuma punição é efetivamente aplicada. Essa é a realidade do trânsito nas nossas rodovias: irresponsabilidade+impunidade= mais mortos e feridos.

Caso queira participar da campanha e compartilhar o material, está disponível gratuitamente. Você pode até aplicar a logomarca da sua empresa ou instituição. Basta utilizar o espaço em branco. Clique aqui para acessar o material.

Mas lembre-se de mandar e-mail para o [email protected]  informando sua participação e de que forma. Ajude a divulgar essa causa. Não custa nada e pode salvar muitas vidas.

Olho no Araguaia – Viaestradas.com

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA