ÁGUA BOA

OPERAÇÃO ROTA FINAL

MPE denuncia Dilmar, Silval e outros 17 por corrupção e fraude no transporte

Publicado em

GERAL

Deputado Dilmar Dal"Bosco (foto) é acusado de favorecer empresas do transporte

De acordo com o MPE, no caso dos parlamentares, eles usaram uma comissão especial da Assembleia para blindar a realização de uma nova licitação do transporte.

O deputado estadual Dilmar Dal’Bosco (DEM) foi alvo de nova denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) por participação no esquema de fraude no transporte intermunicipal de Mato Grosso, apurado com a Operação Rota Final.

A denúncia foi oferecida pelo Núcleo de de Ações de Competência Originária (Naco), por meio do procurador Domingos Sávio de Barros, nessa terça-feira (20), também contra o ex-governador Silval Barbosa, o suplente de deputado estadual Pedro Satélite, o ex-secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte Monteiro, e outras 15 pessoas.

A ação é resultado da terceira fase da operação, deflagrada em 14 de maio, contra os políticos. Na ocasião, informação levada à Justiça dava conta de que Dilmar teria recebido mais de R$ 1 milhão em propina para ajudar no esquema. O líder da organização seria o empresário Éder Augusto Pinheiro, já denunciado nas fases anteriores, e que ainda se encontra foragido da Justiça.

A denúncia aponta os crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, impedimento e perturbação à licitação, afastamento de licitantes, e crime contra a economia popular.

Leia Também:  Lázaro Barbosa é morto em Goiás após troca de tiros com a polícia

De acordo com o MPE, no caso dos parlamentares, eles usaram uma comissão especial criada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) para blindar a realização de uma nova licitação do transporte. Isso favorecia a empresa Verde Transportes, por exemplo, que é de propriedade de Éder Pinheiro.

As investigações apontaram que a comissão trabalhava em prol dos interesses do grupo criminoso, sendo que nem mesmo os pareceres e ofícios emitidos pela comissão seriam produzidos pelos técnicos da ALMT, mas por advogados ligados ao Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros do Estado (Setromat), que também foi alvo de investigação.

Já Marcelo Duarte foi alvo da primeira fase da operação, na qual o MPE afirmou que haveria provas de seu envolvimento no esquema.

A nova denúncia do MPE está sob relatoria do desembargador Marcos Machado, responsável desde a fase das investigações. Entretanto, o caso corre em segredo de Justiça.

Rota Final

Deflagrada em 2018, a operação teve início após denúncia anônima apontar suspeita de fraude na licitação do transporte intermunicipal de Mato Grosso, em razão de uma concorrência pública aberta em 2017 para nova concessão das linhas de ônibus. Até aquele momento, as empresas funcionavam de forma precária, isto é, sem a regularização por meio de um processo licitatório.

Leia Também:  Jovem sofre vários tiros no setor Cristalino nesta quinta feira

Olho no Araguaia – Repórter MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Sindicato diz que começará aulas em “estado de greve” em MT

Publicados

em

Segundo o Sintep, ao menor sinal de que a pandemia esteja aumentando no ambiente escolar, a greve será deflagrada.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), Valdeir Pereira, afirmou, na noite desta segunda-feira (2), que a categoria retorna às aulas presenciais em “estado de greve”. As aulas presenciais estão previstas para iniciar nesta terça-feira (3) de agosto.

Ainda conforme o sindicalista, em qualquer sinal de aumento dos casos, a greve será deflagrada em definitivo. O principal pleito é que os trabalhadores sejam imunizados contra a covid-19.

“Será um risco ainda maior e muitas mortes poderão ocorrer em virtude da não completa imunização dos trabalhadores da educação, devido à baixa taxa de vacinação da população do Estado, que está a passos lentos”, disse Valdeir.

A decisão ocorre após assembleia-geral realizada pela categoria, nesta segunda-feira (2). “Diante de qualquer nível alarmante de contaminação da covid-19 e dos espaços escolares sem condições para os devidos funcionamento, a categoria suspenderá suas atividades”.

Leia Também:  Apresentado nesta terça feira (1), o Residencial Jardim di Napoli, o mais novo empreendimento em Água Boa; VEJA VÍDEO.

A categoria acredita que “a própria pandemia” dará a resposta ao governo – parecendo torcerem para que o pior aconteça.

Olho no Araguaia – Repórter MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA