ÁGUA BOA

Mato Grosso

Batalhão Ambiental resgata jacaré, iguana e capivara em Cuiabá e Santo Antônio do Leverger

Publicado em

Mato Grosso


Equipes do Batalhão de Proteção Ambiental foram acionadas nesta quarta-feira (09.06) para fazer o resgate de três animais silvestres em Cuiabá e Santo Antônio.

Na capital, foram duas ocorrências. A primeira, uma capivara estava dentro de uma residência, no bairro CPA II. A moradora disse que chegou a sua casa e encontrou o animal. Imediatamente procurou a PM. A capivara foi encaminhada ao Batalhão da unidade por estar com ferimentos pelo corpo.

No bairro Coophamil, uma senhora contou aos policiais ter encontrado a iguana em seu quintal. Ele foi solto em seu habitat natural, conforme o termo de resgate.

Em Santo Antônio do Leverger, um motorista percebeu um jacaré debaixo do seu veículo. Temendo ser atacado e preservar o animal, ficou dentro do carro, pedindo ajuda de pessoas que passavam pelo local. Os militares chegaram logo em seguida realizando a contenção do animal e sua reintrodução no habitat natural.

As equipe das unidades da 1ª Companhia/Baixada Cuiabana realizaram ainda patrulhamento terrestre nas regiões do Engordador, Carrapicho, Nossa Senhora do Livramento, Porto cercado e Transpantaneira. Seguiram ainda pela MT -060, Porto de Fora, Rio Mutum e Santo Antônio MT-040.

Leia Também:  Prefeitos destacam desenvolvimento da infraestrutura rodoviária da Região Metropolitana

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Estado inicia construção de aceiros no entorno da área urbana que receberá obra do Jardim Botânico

Publicados

em


Uma ação integrada entre a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT) e Batalhão de Emergências Ambientais, iniciou nesta quinta-feira (17.06) a construção de aceiros mecânicos para prevenir o surgimento de focos de incêndio no entorno da área onde está prevista a construção do Jardim Botânico de Mato Grosso.

A retirada de vegetação é feita com maquinário pesado, sem uso do fogo. Conforme a secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, o Estado está desempenhando o importante papel de investir na prevenção com aceiros em vários pontos estratégicos do estado, incluindo o Pantanal, e a Transpantaneira.
 
“Esta é mais uma ação preventiva do Governo de Mato Grosso para evitar incêndios, desta vez, na área urbana, e que tanto prejudica a saúde da população cuiabana, e várzea-grandense. O objetivo é eliminar fatores que possam trazer riscos e incêndios florestais nesta área”, explica a gestora. 
 
 
Conforme a secretária, a efetivação do Jardim Botânico de Mato Grosso está em fase de elaboração de projeto executivo, e será mais uma obra entregue pelo Governo para ser um espaço de lazer da população mato-grossense. A área que está recebendo os aceiros fica na Avenida Antártica, em Cuiabá.
 
Com o aceiro mecânico, as equipes formam o que chamam de “linhas de defesa”, uma barreira natural, sem vegetação e biomassa que alimenta as chamas, por onde o fogo não passa. 
 
 
Período proibitivo do fogo
 
A medida antecede o período proibitivo do fogo, que começa no dia 1º de julho em todo o estado, após antecipação em 15 dias por decreto estadual. Com o decreto, fica proibida qualquer atividade de limpeza de pastagem com o uso do fogo nas áreas rurais até 30 de outubro de 2021. O uso do fogo em áreas urbanas é proibido o ano todo.
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bombeiros e servidores da Sema são habilitados para utilização de pás carregadeiras
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA