ÁGUA BOA

Mato Grosso

Cadeia de Alta Floresta passa a contar com mais cinco policiais penais

Publicado em

Mato Grosso


Cinco policiais penais que tomaram posse entre os meses de junho e julho concluíram o curso de formação inicial e já começarão a atuar na Cadeia Pública de Alta Floresta (800 km ao Norte de Cuiabá). A formatura ocorreu no final da tarde desta quinta-feira (26.08), na Escola Penitenciária, em Cuiabá, e certificou também dois servidores de outras unidades penais que participaram do curso.

Os servidores foram nomeados junto com mais três candidatos que faziam parte do cadastro de reserva do concurso do Edital 001/2016, em maio de 2021, em atendimento a uma decisão judicial. Mas, dos oito, apenas cinco tomaram posse e concluíram o curso de formação ministrado pela Coordenadoria de Ensino e Aperfeiçoamento do Servidor Penitenciário (CEASP).

Gustavo Givago Perini, de 25 anos de idade, é um deles. “A Cadeia de Alta Floresta precisava demais, até porque tivemos, lamentavelmente, a morte de três colegas de lá em um acidente de carro. O curso trouxe muitas instruções importantes, tanto na parte teórica quanto operacional, e tenho certeza que vamos somar com os demais policiais penais que já estão na unidade”.

Leia Também:  Governo conclui drenagem e avança para fase de pavimentação da Trincheira Jurumirim

Com início em 05 de julho deste ano, o curso teve duração de 480 horas e contou com a contribuição de 32 instrutores. Além dos eixos comum e operacional, os alunos passaram por um estágio na Penitenciária Central do Estado (PCE).

Uma servidora e um servidor que já atuavam no Sistema Penitenciário aproveitaram a abertura da turma para fazer a qualificação e agora estão aptos para atuar em atividades operacionais na Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa – Mata Grande, em Rondonópolis, e no Complexo Penitenciário Ahmenon Lemon Dantas, em Várzea Grande.

Para o coordenador de Ensino e Aperfeiçoamento do Servidor Penitenciário, policial penal Jonathan Francisco Pereira, o curso de formação inicial é a concretização de um sonho. “Nossa categoria evoluiu muito e isso se deve, em parte, à capacitação dos policiais penais. A missão de transmitir conhecimento é levada a sério por todos os instrutores e esta turma também está de parabéns pela seriedade com que fez o curso”.

Reestruturação

O secretário adjunto de Administração Penitenciária da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), Jean Gonçalves, disse aos formandos que o Sistema Penitenciário é um terreno muito fértil, e que o crescimento dentro da carreira depende de cada um. “Trabalhem com zelo, coragem e bravura, perseverem naquilo que vocês almejam, o aprendizado está apenas começando”.

Leia Também:  Barra do Garças adere ao Mais MT Muxirum e as aulas começam na próxima semana

Ele também ressaltou que a reorganização de pessoal faz parte do projeto de reestruturação do Sistema Penitenciário de Mato Grosso. “Além da criação de quatro mil vagas nas unidades penais, estamos fazendo um reordenamento de pessoal, pois com a instalação de trancas aéreas, necessitamos de menos servidores por cela e temos mais segurança na realização de procedimentos internos”.

Também participaram da solenidade o deputado estadual João Batista; o superintendente regional Leste do Sistema Penitenciário, João Borba; o superintendente regional Oeste do Sistema Penitenciário, Anderson Santana; o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso, Amauri das Neves; entre outras autoridades.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Prefeito de Primavera do Leste: “É o maior marco de desenvolvimento que poderia ter acontecido para o Estado de Mato Grosso”

Publicados

em


Com a construção da primeira ferrovia estadual a rota de desenvolvimento econômico e industrial de Mato Grosso ganhará novos rumos e impactará positivamente em todas as regiões. Este é o ponto de vista do prefeito de Primavera de Leste, Leonardo Bortolin, após acompanhar o ato de assinatura para a construção do modal, realizado na última semana em Cuiabá.

A obra prevê a estruturação de 730 quilômetros de linha férrea que vão interligar os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, e que vão se conectar à malha ferroviária nacional, em direção ao Porto de Santos (SP).

“É o maior marco de desenvolvimento que poderia ter acontecido para Primavera do Leste e para o Estado de Mato Grosso. A Ferrovia vai mudar a característica de progresso, fazendo com que as riquezas produzidas no nosso Estado cheguem com preços, competitividade e qualidade logística até São Paulo para fazer a exportação”, afirmou o prefeito. 

O gestor também destacou que a obra contribuirá na logística de escoamento de grãos. 

Leia Também:  Homem é preso pela Polícia Civil após estupro cometido contra filha de seis anos

“Primavera vai se consolidar com terminal dessa malha ferroviária para poder fazer, não somente o escoamento da produção agrícola, mas também da indústria da transformação e das grandes âncoras de mercado que estão se instalando na região Sul”.

A assinatura do contrato do Governo do Estado com a empresa Rumo S/A foi realizada em Cuiabá, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde. O início da construção do modal está previsto para o segundo semestre de 2022, com investimento de R$ 11,2 bilhões (recursos 100% privados).

O trecho entre Rondonópolis e Cuiabá deve ser concluído e entrar em funcionamento no ano de 2025; enquanto a operação no trecho Cuiabá a Lucas do Rio Verde deverá começar em 2028.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA