ÁGUA BOA

Mato Grosso

Case de Lucas do Rio Verde realiza primeira doação de hortaliças produzidas na unidade

Publicado em

Mato Grosso


O Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Lucas do Rio Verde (360 km de Cuiabá) realizou a primeira doação de produtos orgânicos que foram cultivados pelos servidores da unidade. A entrega das hortaliças foi realizada nesta segunda-feira (14.09), no Hospital municipal São Lucas, que atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).  

Foram construídos canteiros e plantados: rúcula, alface e cheiro verde. O cultivo gerou bons resultados, com a primeira colheita de rúcula. A gerente regional do Case de Lucas do Rio Verde, Natielle Tais Santana Alves Kuhn, explica que esse era um projeto antigo que por conta do início da pandemia precisou ser adiado. Ela ressalta que este projeto é modelo desenvolvido pelos adolescentes da unidade.  

“É muito importante proporcionar esse ambiente aos adolescentes, pois por meio desse projeto, eles conseguem adquirir experiência e futuramente ser até mesmo uma fonte de renda. A horta, o contato com a terra, proporciona a sensação de calma, relaxamento, o bem-estar, assim como, combate a ansiedade e depressão”, pontuou Natielle Kuhn.

Leia Também:  Sábado (18): Mato Grosso registra 531.044 casos e 13.708 óbitos por Covid-19

Com o resultado positivo, a próxima etapa é levar este projeto que será executado pelos adolescentes em conflito com a lei. Uma oportunidade social que pode se transformar em uma futura atividade de trabalho dentro desta área.

O projeto da horta na unidade foi implementado em julho deste ano e desenvolvido pelos servidores socioeducativos e administrativos, além de contar com apoio da Defensoria Pública e do Horto Florestal do município.

(Com supervisão de Carlos Celestino)

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Sábado (18): Mato Grosso registra 531.044 casos e 13.708 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (18.09), 531.044 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.708 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 618 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 531.044 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso 4.304 estão em isolamento domiciliar e 512.224 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 159 internações em UTIs públicas e 86 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está 38,13% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (109.483), Rondonópolis (37.445), Várzea Grande (37.208), Sinop (25.624), Sorriso (18.075), Tangará da Serra (17.636), Lucas do Rio Verde (15.550), Primavera do Leste (14.638), Cáceres (11.708) e Barra do Garças (10.538).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Polícia Civil esclarece latrocínio de advogado e cumpre ordens judiciais contra líder de grupo que planejou o crime

O documento ainda aponta que um total de 386.221 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 116 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (17.09), o Governo Federal confirmou o total de 21.080.219 casos da Covid-19 no Brasil e 589.573  óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.069.017 casos da Covid-19 no Brasil e 589.240 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (18.09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Evento apresenta ‘Testes Automatizados em Abordagem ágil’ na melhoria de soluções tecnológicas

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA