ÁGUA BOA

Mato Grosso

CGE dialoga com as setoriais sobre desafios e oportunidades de melhoria da atividade de correição

Publicado em

Mato Grosso


A fim de discutir os desafios e as oportunidades de melhoria da atividade de controle disciplinar no Governo de Mato Grosso, a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) reuniu, por videoconferência, os coordenadores das unidades setoriais de correição dos órgãos e entidades estaduais. O denominado Workshop do Sistema de Correição do Poder Executivo Estadual foi promovido pela Secretaria Adjunta de Corregedoria Geral da CGE-MT.

Um dos destaques do evento foi a apresentação de mapeamento da estrutura e funcionamento das unidades setoriais de correição. O diagnóstico foi realizado por meio de pesquisas realizadas junto às equipes das unidades setoriais para identificar boas práticas e levantar vulnerabilidades que precisam ser tratadas de forma prioritária pela CGE como órgão central do sistema de correição.

No mapeamento, os desafios foram compilados de acordo com as fontes de causa e as respectivas vulnerabilidades envolvendo pessoas, processos, estrutura organizacional, sistemas informatizados, estrutura física e estrutura tecnológica.

Após a apresentação do mapeamento, os coordenadores das unidades setoriais falaram sobre as dificuldades enfrentadas no dia a dia do trabalho. Uma das questões trazidas foi a necessidade de disponibilização de mais canais de comunicação entre a CGE e os membros das  setoriais para o esclarecimento de dúvidas processuais.

Leia Também:  Aulas para Enem e concurso de redação começam nesta segunda-feira (14) na TV Assembleia

Nesse sentido, além do canal eletrônico “Pergunte à CGE”, foram disponibilizados e-mails específicos, criado grupo na plataforma Hangout com os gestores envolvidos, entre outras possibilidades para tornar mais rápidas as respostas aos questionamentos, cujos ritos ou incidentes demandam, muitas vezes, providências imediatas.

“As expectativas advindas do que foi debatido são as melhores possíveis, haja visto que é inegável o trabalho desempenhado pela Secretaria Adjunta da CGE no sentido de implementar com êxito o sistema correicional na forma como estabelecido pela LC 550/2014, e sabemos não ser uma tarefa fácil devido ao sistema anteriormente instalado e todo o estigma e costumes criados durante a vigência do modelo derrogado”, observou o responsável pela Unidade Setorial de Correição da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Carlos Eugenio Lasch.

Após a exposição dos coordenadores, foram apresentadas as principais iniciativas em desenvolvimento pela CGE para aperfeiçoar o sistema de correição, com atuação direta nas causas das vulnerabilidades identificadas no mapeamento. Entre as ações estão: realização de capacitações contínuas aos membros das comissões processantes e elaboração de manual de procedimentos correcionais.

Leia Também:  Indea prorroga prazo para comunicação da vacinação contra a febre aftosa

Para encerrar o encontro, a secretária adjunta de Corregedoria Geral, Almerinda Alves de Oliveira, destacou que a missão da CGE-MT é contribuir para a melhoria dos serviços públicos prestados pelo Poder Executivo do Estado e que, neste contexto, o Sistema de Correição (Secretaria Adjunta de Corregedoria Geral e Unidades Setoriais de Correição) tem como mister específico o aperfeiçoamento da conduta dos servidores e dos fornecedores.

Da CGE, também estiveram no workshop online os superintendentes de Gestão de Informações Correcionais, Leliane Ferreira Silva Santana; de Processos de Agentes Públicos, Paulo Farias Nazareth Netto; e de Processos de Pessoas Jurídicas, Karen Oldoni.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Sábado (12): Mato Grosso registra 427.572 casos e 11.390 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (12.06), 427.572 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.390 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.001 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 427.572 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 13.788 estão em isolamento domiciliar e 400.171 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 478 internações em UTIs públicas e 352 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 90,19% para UTIs adulto e em 39% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (89.250), Rondonópolis (31.210), Várzea Grande (29.177), Sinop (20.758), Sorriso (14.750), Tangará da Serra (14.607), Lucas do Rio Verde (13.090), Primavera do Leste (10.954), Cáceres (9.221) e Alta Floresta (8.131).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  PGE já negociou R$ 45,17 milhões com contribuintes em atraso

O documento ainda aponta que um total de 345.418 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 787 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (11.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.296.118 casos da Covid-19 no Brasil e 484.235 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.210.969 casos da Covid-19 no Brasil e 482.019 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (12.06).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Aulas para Enem e concurso de redação começam nesta segunda-feira (14) na TV Assembleia

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA