ÁGUA BOA

Mato Grosso

Consumidor.gov.br conta com ferramenta para análise de reclamações registradas na plataforma

Publicado em

Mato Grosso


Recentemente, o site do Consumidor.gov.br liberou uma ferramenta que permite a qualquer pessoa consultar dados públicos referentes a reclamações dos consumidores registradas na plataforma: o Painel Estatístico permite análises rápidas sobre o total de reclamações, segmentos, assuntos e problemas mais reclamados, além de indicadores consolidados gerais da plataforma.

Além da possibilidade de ler as reclamações registradas na plataforma e visualizar o ranking de empresas com o melhor desempenho, também é possível analisar o índice de solução por segmento, através das estatísticas que o painel disponibiliza. Com a opção de filtrar essas informações e verificar dados de uma localização e período em específico.

Em 2020, por exemplo, a plataforma registrou 580.186 reclamações finalizadas, na sua maioria sobre bancos, instituições financeiras e administradoras de cartão totalizando 150.464 registros. Já no estado de Mato Grosso foram registradas 20.021 reclamações. Destas, 6.950 eram sobre operadores de telecomunicações, seguida por instituições bancárias, financeiras e de cartão (com 6.155 registros) e energia elétrica (com 1.750 reclamações). 

A ferramenta é uma opção para o consumidor que pode consultar o painel previamente e verificar as estatísticas de cada empresa integrante da plataforma, antes de adquirir um produto ou contratar um serviço. tomar uma decisão de consumo. O recurso também pode ser utilizado por jornalistas que buscam por dados para produção de matérias e estudantes que precisam de informações para trabalhos acadêmicos.

Leia Também:  Seduc anuncia nova lista de beneficiados com R$ 3,5 mil para compra de notebook

Para acessar o painel estatístico é muito fácil: na página inicial da plataforma Consumidor.gov.br, embaixo da caixa de pesquisa, clique no link ‘Painel Estatístico’ do último tópico exibido na lista. A ferramenta é muito intuitiva, assim que estiver carregada, caixas com dados estatísticos serão exibidos.

No canto superior esquerdo, há cinco caixas de seleção que permitem filtrar as informações sobre as reclamações de acordo com região, estado, ano, mês e cidade. Caso queira filtrar dados de um período ou de mais de uma cidade em específico, por exemplo, pressione o botão CTRL do teclado e clique nas opções de sua escolha.

Consumidor.gov.br

O Consumidor.gov.br é o serviço público e gratuito que permite a comunicação direta entre consumidores e empresas para solução de conflitos de consumo pela internet. 

Em 2020, em decorrência da pandemia de coronavírus, o Governo Federal tornou obrigatória a participação de alguns grupos e empresas na plataforma. Só no ano passado, 358 novas empresas foram cadastradas. Atualmente, a ferramenta reúne mais de 800 fornecedores. 

Leia Também:  Advogado deseja que vereador com Covid-19 “vá legislar no inferno” - ouça gravação

Algumas das empresas mais demandadas no Procon-MT participam do Consumidor.gov.br, como a concessionária de energia elétrica de Mato Grosso, concessionária de água e esgoto de Cuiabá, operadoras de telefonia, bancos, grandes redes de varejo, entre outros.

Para registrar uma reclamação basta acessar o site. Cerca de 80% das reclamações são solucionadas. O prazo de resposta, que normalmente é de 10 dias, foi ampliado para 15 dias devido à pandemia. 

Tutorial

Confira o tutorial para extrair dados do Painel Estatístico do Consumidor.gov.br:

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Seciteci divulga edital para contratação de professores temporários

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) está com inscrições abertas para a seleção de professores temporários que atuarão em cursos profissionalizantes nas Escolas Técnicas Estaduais (ETE’s). Trata-se do edital complementar para as 43 vagas que não foram preenchidas, por falta de candidatos classificados. As inscrições seguem até o dia 08 de agosto, e, para acessar o edital e se inscrever, acesse AQUI

Estes profissionais vão atuar na conclusão de cursos profissionalizantes que estão em andamento, mas foram suspensos por conta da pandemia. Eles irão atender a demanda das Escolas Técnicas Estaduais (ETE’s) de Sinop, Cuiabá, Rondonópolis, Barra do Garças, Diamantino, Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde, Alta Floresta e Poxoréu, bem como as unidades fora da sede.

As vagas ofertadas são para as áreas de Administração, Informática, Agronomia, Zootecnia, Medicina Veterinária, Enfermagem, Farmácia ou Bioquímica, Ciências Biológicas, Química, Engenharias, Letras e outras especialidades. 

Os interessados poderão se inscrever até domingo (08.08), pelo site com a documentação exigida em edital, entre elas: diploma ou histórico escolar do curso pós-graduação (se for o caso), RG, CPF, curriculum vitae e comprovante de experiência na área que deseja atuar. 

Leia Também:  Sefaz autoriza emissão de nota fiscal avulsa em caso de espólio

A base salarial é a mesma de professores efetivos e segue conforme a carga horária de cada profissional, que pode ser de 20 ou 30h, portanto pode variar de R$2,4 mil a R$7,4 mil, conforme titulação.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA