ÁGUA BOA

Mato Grosso

Estudantes de Cuiabá e Várzea Grande participam de aula preparatória da Seduc

Publicado em

Mato Grosso


Estudantes de diversas escolas de Cuiabá e Várzea Grande participaram neste sábado (18.09) da aula presencial preparatória do Pré-Enem [email protected] MT, da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), com foco no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na Escola Estadual Presidente Médici. Todas as medidas de biossegurança, como uso de máscara, álcool em gel nas mãos e distanciamento foram cumpridas.

As aulas presenciais serão realizadas nas cidades de Cuiabá, Sinop, Tangará da Serra, Alta Floresta, Primavera do Leste, Diamantino, Juína e Marcelândia, sempre aos sábados das 8 às 12 horas, até a realização do exame, em 21 e 28 de novembro. 

As disciplinas deste sábado foram das Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia). No próximo sábado (25.09), as aulas na Escola Estadual Presidente Médici serão das Ciências Humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia). No interior as aulas são de Redação

A exposição dos temas pelos professores foi de forma didática e com conteúdo de qualidade para alunos que não têm opção de se preparar ou revisar disciplinas para o exame. Como atesta a aluna Saraoane Silva. Ela fará o exame para concorrer a uma vaga de Psicologia.

“Eu achei ótimo porque muitas pessoas não têm condições de fazer cursinho ou algo assim. Estamos tendo aqui o mesmo nível que tem lá. Temos esse privilégio, oportunidade, sem custo nenhum. É uma oportunidade incrível demais. Excelentes professores e profissionais que estão fazendo de tudo pra gente arrasar no Enem”, avalia, Saraoane.

Leia Também:  Governo lança programa Carbono Neutro MT nesta segunda-feira (25)

O secretário de Educação, Alan Porto, destacou a importância do programa na vida dos jovens da rede pública estadual. “Estamos muito felizes. Porque é um programa que está dando certo. Eu espero que todos os estudantes aqui aproveitem as aulas ao máximo e que repliquem essas informações para os colegas. Tenho certeza que todos vocês estão em casa se esforçando e estudando”, disse o secretário. Ele agradeceu ainda a parceria da primeira edição do Pré-Enem [email protected] MT no ano passado, com parceria com a TV ALMT para transmisão dos conteúdos no canal 30.1.

Oportunidades aos jovens

Péricles Henrique Oliveira de Lima quer fazer o Enem para estudar o curso de Farmácia. Ele aprovou a iniciativa da Seduc com o curso preparatório. “É show de bola a Secretaria de Educação preparar um projeto como esse. Até por causa desse período que estamos vivendo, que tivemos um retrocesso na educação. É importante esse projeto pra fazer o aluno da rede pública ficar no mesmo nível da rede privada”, comenta.

Ele destaca o Pré-Enem [email protected] MT como um suporte para “os jovens realizarem seus sonhos, fazerem uma faculdade” e defende a continuidade da ação. “Porque como o Paulo Freire disse uma vez: a educação muda as pessoas, e as pessoas mudam o mundo”, compara Péricles. Ele reconhece a educação como muito importante para os jovens, principalmente os mais carentes economicamente. 

Leia Também:  Terça-feira (19): Mato Grosso registra 543.838 casos e 13.899 óbitos por Covid-19

“O jovem precisa do apoio do Estado. De uma ajuda para alcançar seus sonhos. As aulas estão agradáveis, teve dinâmica para atrair o jovem. Fico feliz com a iniciativa e tenho que agradecer ao secretário e ao govermador do Estado pela iniciativa. Estou torcendo para esse projeto continuar. Ele tem tudo para seguir em frente”, avaliou o estudante Péricles.

O professor de Biologia da rede Seduc, Carlos Magno, da Escola Estadual Rodolfo Augusto Trechaud, chamou a atenção sobre a preparação dos estudantes também quanto ao aspecto emocional para o Enem 2021. “Uma boa dica é o controle da ansiedade, da carga de estudo. A paciência de pensar em tudo que o estudante assistiu e viu nas aulas. E fazer o exercício de gerenciamento do pensamento. Quando a pessoa organiza as ideias na hora da prova, ela consegue se sair melhor”, afirma.

Como participar

Estudantes do 3º ano do Ensino Médio das escolas de Mato Grosso ainda podem se inscrever para as aulas presenciais preparatórias do Pré-Enem [email protected] MT da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Há vagas disponíveis para as aulas aos sábados, das 8 às 12 horas. Interessados podem entrar em contato pelo telefone 65 3613 6318, ou pelo e-mail [email protected]

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

CGE demonstra funcionamento da Ouvidoria do Estado em projeto do Tribunal de Contas

Publicados

em


A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) demonstrou, nesta quinta-feira (21.10), no lançamento do projeto “Ouvidoria para Todos” do Tribunal de Contas Estadual (TCE-MT), que o Governo de Mato Grosso possui Ouvidoria forte, atuante e efetiva, com organização e operação em rede, formato reconhecido como um dos melhores para o funcionamento de ouvidorias públicas.

Na ocasião, o secretário-controlador geral do Estado, Emerson Hideki Hayashida, que representou o governador Mauro Mendes no evento, afirmou que a Ouvidoria de Mato Grosso está estruturada nos moldes previstos no Código de Defesa dos Direitos dos Usuários dos Serviços Públicos (Lei Federal nº 13.460/20217) desde praticamente a sua instalação, no ano de 2004, e antes mesmo de sua criação ser exigida em lei para toda a administração pública (todos os poderes e esferas).

“O Estado de Mato Grosso já tem um histórico de Ouvidoria, inclusive um sistema eletrônico único (Fale Cidadão) desenvolvido pela Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) para registro e trâmite das manifestações de competência das ouvidorias de todos os órgãos, com a possibilidade de gerar relatórios gerenciais para subsidiar melhorias na prestação dos serviços públicos a partir dos anseios da sociedade”, destacou o titular da CGE-MT.

Cada órgão e entidade estadual possui uma Ouvidoria Setorial. Todas as unidades estão interligadas pelo sistema Fale Cidadão e formam a Rede de Ouvidorias, cuja coordenação técnica compete à CGE-MT, como uma das funções de controle interno, juntamente com as atividades de controle, auditoria e corregedoria.

Em linhas gerais, as demandas da sociedade, relativas a qualquer secretaria, registradas em qualquer um dos canais da Rede de Ouvidorias (site, aplicativo, whatsapp, e-mail, telefones etc), caem na mesma caixa de entrada do sistema Fale Cidadão.  A equipe da Secretaria Adjunta de Ouvidoria Geral e Transparência da CGE-MT faz o primeiro tratamento, a classificação e a distribuição, tudo via sistema eletrônico, às Ouvidorias Setoriais responsáveis pelo assunto.

Na sequência, as Ouvidorias Setoriais enviam as demandas aos setores internos competentes para o fornecimento da resposta. As informações e os documentos são encaminhados pelas unidades internas às Ouvidorias Setoriais para o envio da resposta ao demandante. A resposta final também passa pelo crivo da CGE quanto à clareza, transparência, coerência e consistência. “Se a resposta não for adequada, a equipe da Controladoria devolve para o ouvidor, solicitando complementação ou reformulação”, pontuou Hideki.

Leia Também:  Governo vai pavimentar rodovia em área de grande produção agrícola

O chefe da CGE salientou que, além de atender às demandas pontuais, a Rede de Ouvidorias transforma demandas individuais em soluções coletivas. “Às vezes, o problema não está somente em um órgão, mas em outros. Pelo sistema Fale Cidadão, a CGE, como órgão central, consegue ter a percepção do cidadão em relação aos serviços prestados por todo o Poder Executivo e, a partir disso, propor ações de melhoria aos gestores e realizar atividades de auditoria, controle e corregedoria”, comentou.

Segundo o titular da CGE, a Ouvidoria do Poder Executivo Estadual tem passado por constantes melhorias para tornar cada vez mais rápido, claro e resolutivo o atendimento às manifestações do cidadão. “Entre as melhorias estão a ampliação e modernização das formas de contato da população com a Ouvidoria, a profissionalização dos ouvidores para se comunicar com a população e o aprimoramento do sistema eletrônico para qualificar a informação recebida com foco na melhoria dos serviços públicos”, assinalou.

Devido à importância da Ouvidoria como porta de comunicação direta do cidadão com o poder público, o chefe da CGE-MT elogiou a iniciativa do TCE de mobilizar os gestores municipais (Prefeituras e Câmaras de Vereadores) para a criação e o funcionamento efetivo de ouvidorias em cumprimento à Lei Federal nº 13.460/2017. “É louvável a atitude do TCE, de orientar e apoiar os municípios nesta questão, pois um dos desafios é a sensibilização de líderes sobre a importância da Ouvidoria na defesa dos direitos dos usuários dos serviços públicos”, pontuou Hideki.

Nesse contexto, como integrante da Rede Nacional de Ouvidorias, coordenada pela Controladoria Geral da União (CGU), o secretário-controlador colocou a Secretaria Adjunta de Ouvidoria Geral e Transparência da CGE-MT à disposição do Tribunal de Contas e dos municípios para contribuir com o projeto “Ouvidoria para Todos”.

Leia Também:  Desenvolve MT firma parceria com o município de Jaciara e leva crédito e informação para pequenos negócios

Em sua fala, o ouvidor-geral do TCE-MT, conselheiro Antonio Joaquim, classificou a Ouvidoria como “um sistema de democracia direta”, mas que precisa funcionar de forma efetiva nos municípios, resultando em benefício social.

“De modo geral, a sociedade não tem confiança no governo. Essa é a realidade no Brasil. As pessoas pensam que vão reclamar e não vai dar em nada. Então, nosso trabalho é fortalecer as ouvidorias para que, de fato, elas funcionem, para que o cidadão possa acompanhar a denúncia que fez e para que, a partir daí, se estabeleça uma relação de confiança com a administração pública”, destacou o conselheiro.

Nota Técnica

Na ocasião, o TCE emitiu a Nota Técnica nº 02/2021 aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário Estadual e aos Poderes Executivo e Legislativo Municipais, a qual traz uma série de recomendações e determinações a serem adotadas pelos jurisdicionados até 2022 quanto às obrigações previstas na Lei Federal nº 13.460/2017.

No Governo de Mato Grosso, quase todas as medidas já foram implementadas ou estão em implementação, a exemplo da elaboração das Cartas de Serviços aos Usuários dos Serviços Públicos, trabalho sob a coordenação da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

Atendimentos

Em 2020, a Rede de Ouvidorias do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso atendeu 25.842 manifestações da população. Em 2021, de janeiro a setembro, já foram contabilizadas 19.390 mensagens válidas.

Atualmente, a Rede de Ouvidorias conta com 38 Ouvidorias Setoriais e Especializadas, distribuídas nos órgãos e entidades estaduais, e mais de 80 servidores envolvidos na atividade.

Autoridades

Também compuseram o dispositivo de honra no lançamento do projeto “Ouvidoria para Todos”: o superintendente da CGU em Mato Grosso, Daniel Gontijo Motta; a deputada estadual Janaína Riva, representante da Assembleia Legislativa; o juiz de direito e ouvidor-geral do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), Rodrigo Roberto Curvo; e o prefeito de Alto Paraguai e representante da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), Adair José.

Para saber mais sobre a Rede de Ouvidorias do Estado, acesse: www.ouvidoria.mt.gov.br

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA