ÁGUA BOA

Mato Grosso

Governador e primeira-dama destinam 1500 cestas básicas e fecham parceria para melhorar estradas no Alto Xingu

Publicado em

Mato Grosso


O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes destinaram 1500 cestas básicas e 1000 cobertores para os povos indígenas Kamaiurá e Yawalapiti, que vivem na região do Alto Xingu.

Durante visita às comunidades, nesta segunda-feira (12.07), ao lado do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o governador também atendeu ao pedido para melhorar as estradas que passam pelo Parque Nacional do Xingu, e vai destinar uma máquina Patrol para realizar os trabalhos.

Também estiveram na visita o secretário especial de Saúde Indígena (SESAI), Robson Santos da Silva; os prefeitos Fernando Gorgen (Querência) e Fábio Faria (Canarana); os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil) e Gilberto Figueiredo (Saúde); e o superintendente de Assuntos Indígenas da Casa Civil, Agnaldo Santos; e outras autoridades.

“Conhecemos a realidade e o que é feito pelo Departamento de Saúde Indígena do Ministério da Saúde. Saímos daqui com alguns compromissos. O Governo vai mandar uma Patrol 0 km para uma das prefeituras cuidar melhor de todas as estradas que passam pelo Parque Nacional do Xingu”, afirmou, ao atender solicitação feita pelo cacique Yapatsitchuma, do povo Waura

Leia Também:  Sesp-MT participa de implementação de programa de proteção aos defensores de Direitos Humanos

Além disso, de acordo com o governador, serão feitas novas parcerias com o Governo Federal para aprimorar o atendimento aos povos indígenas na área da Saúde.

“Com o Governo Federal, Governo do Estado e municípios trabalhando em conjunto, não tenho dúvida nenhuma que vamos prestar um serviço melhor para a população indígena”, destacou.

Conforme a primeira-dama Virginia Mendes, os povos indígenas foram muito impactados pela pandemia e é dever do Estado ter um olhar especial para atender essa comunidade.

“Por isso, nosso Programa SER Cidadão Indígena, junto ao Programa Vem SER Mais Solidário, têm sido um acalento a esses povos. Levamos hoje 1.500 cestas básicas e mil cobertores pra a região do Xingu, e continuaremos fazendo mais pelo nosso estado”, declarou.

Reforço na Saúde

A comitiva acompanhou os trabalhos da ação de saúde realizada pela SESAI, em parceria com a Associação Doutores da Amazônia e Ministério da Defesa, que são realizados dentro da reserva. A ação está realizando procedimentos odontológicos especializados, atendimentos médicos nas áreas de ginecologia, pediatria e oftalmologia, com oferta de exames clínicos, de imagem e laboratoriais. 

Leia Também:  Grupo Folclórico Flor Ribeirinha vence Festival Internacional de Dança na Polônia

“A SESAI tem cumprido um papel importante e vamos continuar atendendo dentro daquilo que pudermos fazer. É prioridade do Governo Federal procurar melhorar a atenção primária dos indígenas e de toda a população brasileira”, afirmou o ministro da Saúde.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, destacou os esforços do Governo do Estado para atender os indígenas, em especial neste período de pandemia. 

“Fizemos um atendimento especial de vacinação da população indígena, suprindo as diversas aldeias com equipamentos de proteção individual e testes. O Estado sabe a importância que tem a preservação dos povos indígenas e temos atuado em conjunto com a SESAI em várias ações em Mato Grosso”, pontuou. 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Em Mato Grosso, 14 municípios estão com risco alto de contaminação pela Covid-19

Publicados

em


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou, nesta terça-feira (03.08), o Boletim Informativo n° 513 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

O documento mostra, a partir da página 11, que 14 municípios registram classificação de risco alto para o coronavírus. São eles: Alta Floresta, Barra do Garças, Canarana, Cuiabá, Figueirópolis D’Oeste, Jangada, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Primavera do Leste, Salto do Céu, Santa Rita do Trivelato, São José do Povo, Sapezal e Vale de São Domingos.

Outras 127 cidades estão classificadas na categoria moderada para a contaminação do coronavírus. Nenhum município foi classificado com risco muito alto ou baixo para a Covid-19.

Novo método para classificação

O método para definir a classificação de risco dos municípios foi aprimorado. A mudança foi publicada no Diário Oficial do dia 25 de março de 2021. Desde então, não é levado em consideração apenas o número absoluto dos casos dos últimos quatorzes dias, mas sim a média móvel dos últimos quatorzes dias.

Leia Também:  Sesp-MT participa de implementação de programa de proteção aos defensores de Direitos Humanos

Assim, o município não sofrerá uma mudança brusca de um boletim para o outro; a cidade ficará na mesma categoria por pelo menos duas semanas, conforme sua média móvel de casos.

Também foi aperfeiçoado o cálculo dos casos acumulados. Antes eram considerados os casos acumulados a partir do dia 1º de dezembro de 2020. Com a nova metodologia, a análise será realizada sempre com base nos casos acumulados dos últimos 90 dias.

Confira as medidas de acordo com a classificação de risco:

• Nível de Risco MODERADO

a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para o Nível de Risco BAIXO;

b) quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias.

• Nível de Risco ALTO

a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para os Níveis de Risco BAIXO e MODERADO;

b) proibição de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração;

c) proibição de atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos, devendo ser disponibilizado canais de atendimento ao público não presencial;

Leia Também:  Mato Grosso recebe 181.130 doses de vacina nesta terça (27) e quarta-feira (28)

d) adoção de medidas preparatórias para a quarentena obrigatória, iniciando com incentivo à quarentena voluntária e outras medidas julgadas adequadas pela autoridade municipal para evitar a circulação e aglomeração de pessoas.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA