ÁGUA BOA

Mato Grosso

Governo cria força-tarefa para regularizar cadastros de servidores inativos e pensionistas do Estado

Publicado em

Mato Grosso


O Mato Grosso Previdência (MT Prev), as Secretarias de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e de Educação (Seduc), e a Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) firmaram uma força-tarefa para regularizar os cadastros de servidores inativos e pensionistas do Estado. A medida foi instituída por meio da Portaria Conjunta 01/2021 publicada no Diário Oficial desta terça-feira (20.07).

Dos 37.184 servidores convocados para o Censo Previdenciário, 4.743 ainda não concluíram o recadastramento ou precisam sanar alguma pendência documental. A pendência de documentos ou a ausência de realização do recenseamento acarretará na suspensão do pagamento na folha salarial de agosto e permanecerá de igual modo até a completa regularização do recadastramento. 

Conforme o presidente do MT Prev em exercício, Érico Almeida, as respectivas secretarias e o Comando Geral da Polícia Militar são os órgãos de origem da maioria dos aposentados e pensionistas do Estado, o que pode facilitar a atuação dessa ação conjunta. 

“O Censo Previdenciário começou em dezembro de 2020 e foi amplamente divulgado na televisão, no rádio e na internet por meio de campanha publicitária, matérias e entrevistas, além de e-mails, SMS, apoio de sindicatos e associações pedagógicas. Entretanto, queremos esgotar todas as possibilidades antes de realizar o bloqueio do pagamento”, salientou o presidente. 
 
O titular da Seplag, Basílio Bezerra, destaca que essa é mais uma ação do Governo para evitar a suspensão do pagamento destes aposentados e pensionistas. “Fizemos essa portaria para intensificar todos os meios e caminhos para impedir o corte de salário dessas pessoas, que por algum motivo não fizeram ou não concluíram o Censo Previdenciário. Os comandos regionais da Polícia Militar e a Seduc auxiliarão nesse sentido, na tentativa de localizar esses servidores”, afirmou.

Leia Também:  Governo investe R$ 1,6 milhão e entrega novo Mirante do Parque Mãe Bonifácia à sociedade

Confira aqui a lista dos aposentados e pensionistas em situação irregular.  

RECADASTRAMENTO

Para realizar o procedimento, o beneficiário deverá acessar o site www.mtprev.mt.gov.br, informar o CPF, clicar na opção “Censo Online” e anexar os documentos obrigatórios digitalizados. Clique aqui para conferir a documentação necessária. 

Em caso de dúvidas ou dificuldades no cadastro, além do telefone do MT Prev (65 3363-5300), há um WhatsApp exclusivo para receber mensagens sobre o Censo: (65) 9 9959-0350 e o e-mail [email protected]

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Várzea Grande reativa GGI para estratégias de prevenção e combate à violência

Publicados

em


Várzea Grande reativou na manhã desta quarta-feira (04.08) o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) municipal reunindo as forças de segurança, Prefeitura, além da sociedade civil organizada para deliberar sobre as ações de segurança pública na cidade, definindo o que é prioridade na elaboração das políticas públicas.

Este é o sétimo município de Mato Grosso tem o GGI instalado e faz toda a diferença ter essa articulação direta entre os membros para um combate eficaz ao crime e aos problemas de segurança pública. Além de Várzea Grande, os municípios de Sorriso, Rondonópolis, Comodoro, Aripuanã, Campo Novo do Parecis e Cáceres tem o Gabinete de Gestão Integrada instalado e atuante.

Na esfera estadual, o GGI é presidido pelo secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, e formado pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Politec, Sistema Penitenciário, Polícia Judiciária Civil, Sistema Socioeducativo e o Detran e todos os meses deliberam sobre as ações de cada instituição e analisam os dados estatísticos do Observatório de Segurança Pública para deliberarem ações de prevenção e combate ao crime.

Leia Também:  Mato Grosso possui 5,5 milhões de hectares de áreas em regeneração e avança na política de preservação

Dentro do GGI há ainda as câmaras temáticas de violência contra a mulher e a de trânsito. A Patrulha Maria da Penha e a realização de Operações Lei Seca Integradas partiram de discussões e sugestões das câmaras e são postas em prática trazendo resultados positivos. As câmaras temáticas têm participação de órgãos como Tribunal de Justiça, Ministério Público, Polícia Rodoviária Federal, dentre outros.

“Há temas que são sensíveis ao município e que não estão ao alcance da Secretaria de Segurança, mas que são enxergados pelo prefeito, pelo comerciante local. Tenho certeza que ao instalar o GGI, onde a gente pode focar os problemas pontuais do município, nós vamos mitigar e melhorar cada vez mais a segurança em Várzea Grande”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

O prefeito de Várzea Grande, Khalil Baracat, destacou o GGI será uma forma de aproximar a sociedade dos problemas de Segurança Pública, com esse espaço onde todos os integrantes têm vez e voz.

“Foi criado para que sejam discutidas pautas importantes da Segurança Pública, Várzea Grande avançou muito e o GGI é participativo e a gente acredita que esse é o caminho que nos fará avançar muito no tema”.

Leia Também:  Ministério da Saúde atende pleito de secretários estaduais e envia doses para vacinar 100% da população dos municípios de fronteira

Participaram da reunião todos os integrantes do GGI e na primeira reunião foi discutido a formação, os representantes de cada órgão.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA