ÁGUA BOA

Mato Grosso

Ipem constata irregularidades em comércios de fios e cabos de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado em

Mato Grosso


O Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT) está realizando a fiscalização de fios e cabos em estabelecimentos que comercializam os produtos, em Cuiabá e Várzea Grande. A operação “Energia Segura”, realizada em nível nacional, teve início na segunda-feira (29.11) e se estende até esta sexta-feira (03.12). 

Desde que começou a operação, oito locais já foram vistoriados. Desse total, foram constatadas irregularidades em seis comércios. Nos quatro dias de operação, foram apreendidos cerca de 20 mil metros de fios e cabos irregulares.

De acordo com o presidente do Ipem, Bento Bezerra, os ensaios feitos nos produtos têm o intuito conferir a resistência do fio e se estão de acordo com a norma do Inmetro.

“Em geral, as irregularidades se referem à quantidade de cobre que consta na embalagem do produto não ser a encontrada durante o ensaio, normalmente tem estipulado um percentual de cobre e ele é menor que o descrito. O que quer dizer que o consumidor paga por um produto e leva outro menos eficaz e inseguro”.

A ação fiscalizatória conta com o apoio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon-MT). O objetivo é fazer a fiscalização técnica da venda de fios e cabos elétricos para garantir a eficácia dos materiais e a segurança do consumidor quem os levar para casa.

Leia Também:  Seplag abre prazo para regularização do recadastramento anual 2021

A verificação dos produtos é feita no momento em que ocorre a fiscalização, com o uso de dois microhmímetros (equipamento que avalia a resistência elétrica dos condutores), que possibilitam a identificação de fraudes por meio do ensaio dos produtos. Os equipamentos auxiliam os fiscais nas medições das resistências nos fios ensaiados, seguindo a Norma 280 do Inmetro.

Os materiais que apresentam irregulares acima de 10% são apreendidos durante a fiscalização, bem como as marcas e lotes considerados fora dos padrões legais.

Durante a operação, o Ipem também coletou amostras de fios cobreados indicados para indústrias de automóveis e eletrodomésticos, que são vendidos como produtos para instalação elétrica comum. Após a testagem dos produtos recolhidos, o laudo técnico será entregue à Decon para tomar as providências de defesa do consumidor.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Dez motoristas são presos por embriaguez ao volante em Cuiabá

Publicados

em


Dez motoristas foram presos após serem flagrados por embriaguez ao volante durante a Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste domingo (16.01), na Avenida Archimedes Pereira Lima, no bairro Santa Cruz, em Cuiabá. Um motorista foi preso por posse de entorpecentes. 

Durante a ação, foram realizados 90 testes de alcoolemia. Destes, 12 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool, sendo autuados pela prática, mas outros quatro se recusaram a fazer o teste. Os agentes da segurança pública identificaram ainda outros seis motoristas que não possuíam Carteira Nacional de Habilitação (CNH); e 12 conduziam veículo sem registro ou não licenciado.

Nesta operação, foram registrados 40 Autos de Infração de Trânsito (AITs); outros cinco motoristas assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), sendo quatro por não serem habilitados e um por conduzir veículo gerando perigo de dano.

Ao todo, 90 veículos foram fiscalizados, dentre eles, 26 foram removidos, dos quais 19 carros e sete motocicletas e outros 29 autuados. Os agentes recolheram 12 documentos, sendo 11 CNHs e um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVs).

Leia Também:  PM liberta reféns e prende quadrilha por roubo a loja de eletrodomésticos no CPA

A operação Lei Seca é uma ação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) com apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletram), policiais penais do Setor de Operações Especiais (SOE), Departamento de Trânsito (Detran-MT) e a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) de Cuiabá.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA