ÁGUA BOA

Mato Grosso

Junho será de bandeira vermelha patamar 2 para o consumidor

Publicado em

Mato Grosso


A energia estará mais cara, novamente, em junho. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que a bandeira tarifária para este mês será  vermelha – patamar 2. Isso gera um custo de R$6,24 para cada 100 kWh consumidos e, consequentemente, encarecimento da conta de energia.

Maio foi o primeiro mês da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN) e registrou condições hidrológicas desfavoráveis. Junho, segundo a Aneel, já começa com os reservatórios em níveis mais baixos que o normal para esse período, o que significa pouca geração hidrelétrica e maior demanda por termelétricas – que são mais caras. 

Em maio, o Procon-MT publicou um alerta aos consumidores mato-grossenses sobre a antecipação das bandeiras vermelhas 1 e 2, considerando o atual cenário hídrico brasileiro. Segundo a Aneel, o balanço hidrológico do período úmido 2020-2021 resultou no pior aporte hidráulico da história do Sistema Interligado Nacional (SIN), medido desde 1931. 

Ou seja, está chovendo pouco no Brasil, e essa condição pesa no bolso e na qualidade de vida do consumidor. Diante do atual cenário hidrológico, a bandeira vermelha poderá ser acionada até dezembro, avalia o engenheiro eletricista Teomar Magri, membro do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica de Mato Grosso (Concel-MT). 

Leia Também:  Batalhão Ambiental resgata jacaré, iguana e capivara em Cuiabá e Santo Antônio do Leverger

Frente a isso, o Procon Estadual tem reforçado as ações de monitoramento e fiscalização para que não haja abusos e descumprimento da legislação. Paralelamente, a instituição vem realizando uma avaliação detalhada do sistema que envolve o serviço de fornecimento de energia elétrica em Mato Grosso. 

Os consumidores devem acompanhar o histórico de consumo, identificar os meses em que há aumento da demanda por energia elétrica e, assim, adequar sua rotina a hábitos de consumo mais econômicos. Ao acompanhar mensalmente a fatura, também fica mais fácil identificar qualquer irregularidade na cobrança. 

Entenda aqui como é composta a fatura de energia elétrica. 

Bandeira Tarifária

O sistema de bandeiras tarifárias da Aneel foi criado como forma de sinalizar o custo referente à energia gerada, permitindo que os consumidores façam um uso consciente de energia elétrica. Conforme determinado, as bandeiras nas cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se o custo da energia será maior ou menor em razão das condições de geração.

Leia também: 

Leia Também:  Anvisa autoriza importação da Sputnik V, comprada pelo Governo de Mato Grosso

Procon-MT alerta para a fatura mais cara; especialista defende mudanças no sistema elétrico

Procon-MT autua concessionária em mais de R$ 3 milhões por descumprimento de lei

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Governo de Mato Grosso lança editais “Movimentar” para profissionais da cultura e do esporte

Publicados

em


O governador Mauro Mendes e o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), Alberto Machado, o Beto Dois a Um, lançam nesta terça-feira (15.06), às 15h, os editais “Movimentar”, que visam auxiliar financeiramente os setores de cultura, esporte e lazer durante a pandemia. Serão investidos R$ 2 milhões para contratação de atividades online a serem desenvolvidas pelos profissionais das áreas em todo o Estado.

O lançamento será transmitido pelas redes sociais do Governo de Mato Grosso e as perguntas deverão ser encaminhadas exclusivamente pelos grupos de WhatsApp, que serão abertos no momento do anúncio. Os questionamentos devem ter relação com o assunto.

Movimentar – Cultura

Na área cultural, serão selecionados 250 projetos com valor único de R$ 4 mil, totalizando o investimento de R$ 1 milhão.

As propostas contempladas englobam manifestações artísticas ou práticas culturais desenvolvidas nos segmentos de teatro, dança, circo, literatura, biblioteca, música, audiovisual, artes visuais, artesanato, povos e comunidades tradicionais, culturas LGBTQIA+, urbanas e negras e de matriz africana, patrimônio histórico, produção cultural e economia criativa.

Movimentar – Esporte

Leia Também:  Batalhão Ambiental resgata jacaré, iguana e capivara em Cuiabá e Santo Antônio do Leverger

Outros R$ 1 milhão serão investidos para fomentar ações desportivas, paradesportivas e de lazer. Cada proposta aprovada receberá R$ 2.500 para o desenvolvimento das atividades, contemplando no total 400 projetos. 

Serão atendidos profissionais de educação física credenciados pelo Conselho Regional  (CREF-17), gestores esportivos e instrutores de dança e lutas. As propostas selecionadas abrangerão os segmentos de esporte de alto rendimento, saúde, recreação e lazer, esporte de inclusão, esporte educacional, ações formativas e política de gestão e administração esportiva.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA