ÁGUA BOA

Mato Grosso

Profissionais orientam educadores sobre saúde e segurança do trabalho em Diamantino

Publicado em

Mato Grosso


Profissionais que atuam no polo da Diretoria Regional de Educação (DRE) de Diamantino receberam as orientações e esclarecimentos sobre o Programa de Educação para Redução do Absenteísmo (ERA) e o Plano Estadual de Readaptação do Profissional da Educação (PERPE), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A reunião foi realizada nesta quinta-feira (10.06).

“Nosso trabalho é ofertar saúde na educação”, explicou Cleuber Cristiano de Sousa, líder dos dois programas realizados por uma equipe multidisciplinar do Comitê Setorial de Saúde e Segurança do Trabalho da Seduc.

“De maneira simples, o Programa ERA tem caráter mais preventivo, enquanto o PERPE é direcionado para recuperar a saúde”, acrescentou.

A assessora pedagógica Gláucia Simone Souza de Camargo, de 45 anos, elogiou as duas iniciativas da Seduc, e ponderou que considera muito importante essa preocupação da secretaria com a saúde e bem-estar dos servidores.

“Esse cuidado é algo que sempre esperei da educação. Fiquei impressionada com o ERA, por exemplo, porque achei que se tratava de uma iniciativa por causa da covid, mas quando soube que é de 2019, vi que já era uma preocupação antes”, comparou a assessora.

Leia Também:  Reeducandos devem retornar ao comparecimento presencial na Fundação Nova Chance

“Ver a Seduc com essa preocupação, com esse programa, que vai trabalhar com profissionais especializados para atender a necessidade de saúde de cada servidor, isso é grandioso”, disse.  

Ela também enalteceu o PERPE. “Temos funcionários que tem 10, 15 anos que estão readaptados, e que parecem que não vão sair nunca dessa condição. Ninguém nunca cuidou deles, parece que estão desassistidos. O PERPE dá uma espécie de esperança para essas pessoas que estão readaptadas, para elas se sentirem úteis”, afirmou a assessora Gláucia.

O diretor da DRE de Diamantino, Luiz Henrique Dutra Trentim, elogiou os esclarecimentos e orientações dados pela equipe do órgão central da Seduc e pediu para que diretores e coordenadores mobilizem os profissionais das escolas onde trabalham.

“Agradeço a clareza com que foi explicado o funcionamento dos programas e peço que os educadores possam ser encaminhados para acompanhamento. Entendo que isso deve ser feito se queremos que os programas funcionem, e vejo esses atendimentos como uma oportunidade”, falou.

A DRE de Diamantino atende, além da cidade polo, os municípios de Nova Maringá, Santa Rita do Trivelato, Nova Mutum, São José do Rio Claro, Diamantino, Nobres, Rosário Oeste, Arenápolis, Alto Paraguai, Nortelândia, Santo Afonso e Nova Marilândia, totalizando 46 unidades escolares.

Leia Também:  Polícia Civil instaura, em cinco meses deste ano, 1.300 inquéritos de crimes de violência doméstica na Capital

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Governo de Mato Grosso lança editais “Movimentar” para profissionais da cultura e do esporte

Publicados

em


O governador Mauro Mendes e o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), Alberto Machado, o Beto Dois a Um, lançam nesta terça-feira (15.06), às 15h, os editais “Movimentar”, que visam auxiliar financeiramente os setores de cultura, esporte e lazer durante a pandemia. Serão investidos R$ 2 milhões para contratação de atividades online a serem desenvolvidas pelos profissionais das áreas em todo o Estado.

O lançamento será transmitido pelas redes sociais do Governo de Mato Grosso e as perguntas deverão ser encaminhadas exclusivamente pelos grupos de WhatsApp, que serão abertos no momento do anúncio. Os questionamentos devem ter relação com o assunto.

Movimentar – Cultura

Na área cultural, serão selecionados 250 projetos com valor único de R$ 4 mil, totalizando o investimento de R$ 1 milhão.

As propostas contempladas englobam manifestações artísticas ou práticas culturais desenvolvidas nos segmentos de teatro, dança, circo, literatura, biblioteca, música, audiovisual, artes visuais, artesanato, povos e comunidades tradicionais, culturas LGBTQIA+, urbanas e negras e de matriz africana, patrimônio histórico, produção cultural e economia criativa.

Movimentar – Esporte

Leia Também:  Lei Seca flagra 18 motoristas sem CNH dirigindo na BR-070

Outros R$ 1 milhão serão investidos para fomentar ações desportivas, paradesportivas e de lazer. Cada proposta aprovada receberá R$ 2.500 para o desenvolvimento das atividades, contemplando no total 400 projetos. 

Serão atendidos profissionais de educação física credenciados pelo Conselho Regional  (CREF-17), gestores esportivos e instrutores de dança e lutas. As propostas selecionadas abrangerão os segmentos de esporte de alto rendimento, saúde, recreação e lazer, esporte de inclusão, esporte educacional, ações formativas e política de gestão e administração esportiva.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA