ÁGUA BOA

Mato Grosso

Projeto de remição de pena por leitura é instituído em todas unidades penais de Mato Grosso

Publicado em

Mato Grosso


O Núcleo de Educação nas Prisões (NEP) junto com a Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), lançou nesta quarta-feira (08.09)  o projeto estadual de leitura “LiteraLiberdade”. O lançamento ocorreu no Complexo Penitenciário Ahmenon, em Várzea Grande e será instituído nas demais 44 unidades penais de Mato Grosso. 

Com a leitura, o reeducando pode reduzir até quatro dias de pena, desde que sejam cumpridos todos os requisitos do projeto. Eles terão de 21 a 30 dias para a leitura do livro e devem apresentar, ao final, uma resenha da obra.  

O projeto também permite que analfabetos participem. A leitura é realizada em pares, com uma pessoa alfabetizada lendo para quem não consegue. Neste caso, o recuperando não escolarizado relata o que ele aprendeu e o alfabetizado transcreve. A participação é totalmente voluntária.

Segundo a superintendente de Políticas  Penitenciárias, Sibeli Nardoni Roika, o projeto contribui na ressocialização do reeducando, além de agregar valores na formação desta pessoa privada de liberdade. “A educação é um dos pilares da ressocialização e da reinserção social. É fundamental este projeto dentro de uma unidade penal”, destacou. 

Leia Também:  Mato Grosso recebe 83.070 doses de vacina contra a Covid-19 nesta segunda-feira (13)

Cada recuperando poderá escolher o seu próprio livro, dentro das obras disponíveis na unidade. No Complexo Penitenciário Ahmenon, há mais de mil exemplares de livros disponíveis. 

Para o diretor da unidade, Alex Rondon, o projeto será uma oportunidade para todos os 157 reeducandos do Ahmenon . “A educação muda a vida das pessoas, ao receber este projeto eu fiquei muito feliz, pois, são obras que contribuem no aprendizado dessas pessoas privadas de liberdade”, enfatizou. 

Durante os 12 meses do ano, o recuperando pode acumular até 48 dias de remição de pena. 

A pedagoga responsável pelo NEP, Fabiana Flavia de Magalhães Nascimento, explica que a ressocialização por meio da educação e do conhecimento é fundamental. “O conhecimento é algo que não se tira de ninguém, para além do conhecimento este projeto é a oportunidade de se ter uma reinserção. A literatura dá essa oportunidade para pessoas conhecerem outros espaços e ressignificar a própria vida”, pontuou a pedagoga. 

Novo acervo de livros

No mês de agosto, as unidades penais de Mato Grosso receberam cerca de 13.550 livros, compostos por 11 títulos diferentes. Os exemplares estão sendo lidos por pessoas privadas de liberdade. As obras foram doadas pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Leia Também:  "Minha avaliação de tudo que observei é absolutamente positiva", afirma presidente do TJMT sobre nova estrutura da Penitenciária Central

(Com supervisão de Débora Siqueira)

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Dirigentes do Sicredi vão a Sesp agradecer empenho no combate ao Novo Cangaço

Publicados

em


O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, recebeu o presidente do Sicredi Centro Norte, João Spenthof, e o presidente do Sicredi Univales, Juarez Cividini, que parabenizaram os órgãos de segurança pública pelo trabalho de combate ao crime do Novo Cangaço, em Nova Bandeirantes, no dia 04 de junho. O delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Mário Demerval, e o comandante-geral adjunto da Polícia Militar, coronel PM Daniel Alvarenga, também participaram da reunião realizada nesta sexta-feira (17.09), na Sesp.

Em nome da cooperativa, eles entregaram ao secretário uma carta em agradecimento ao trabalho desempenhado.  “Viemos conhecer o secretário e agradecer pelo trabalho que fizeram na região Noroeste, em Nova Bandeirantes, ficamos felizes pelo trabalho e pela segurança que deram a região. Parabéns mesmo a toda a equipe da Segurança Pública”, destacou o presidente do Sicredi Univales, que tem sede em Juína.

Para o presidente do Sicredi Centro Norte, João Spenthof, a força-tarefa montada para combater o crime de Novo Cangaço em Nova Bandeirantes trouxe resultados excelentes, movimentou um efetivo grande e um trabalho de inteligência e demonstrou grande comprometimento por parte do Estado em solucionar o crime.

Leia Também:  Mutirão de cadastramento de famílias carentes é realizado no bairro Jardim Paulista

“Estamos trazendo o nosso reconhecimento a Segurança Pública de Mato Grosso. Foi um trabalho de comprometimento, proporcionando segurança para as instituições financeiras, cooperativas de crédito e para a sociedade. Isso traz uma confiança grande ao setor público, afinal todos pagam impostos e querem ter esse tipo de clima de segurança para viver bem e para investir no Estado”.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, disse que o reconhecimento por parte do Sicredi demonstra o trabalho de qualidade que está sendo desenvolvido e que a segurança tem melhorado cada vez mais para que os cidadãos tenham o retorno dos impostos pagos, o que é uma determinação do governador Mauro Mendes.

“O caso de Nova Bandeirantes demonstra que os investimentos feitos pelo Estado em Segurança Pública têm dado retorno e mais investimentos serão realizados no setor neste ano e no próximo”, comentou.

Investigações continuam

Apesar de terem chegado a alguns envolvidos no crime do Novo Cangaço em Mato Grosso, as investigações sobre o crime ainda continuam. “Há ainda os tentáculos e já estão sendo identificados, as providências estão sendo tomadas e vamos desmantelar a quadrilha toda”, destacou o delegado geral da PJC, Mário Demerval.

Leia Também:  "Minha avaliação de tudo que observei é absolutamente positiva", afirma presidente do TJMT sobre nova estrutura da Penitenciária Central

Os assaltantes invadiram as agências do Sicoob e Sicredi no dia 04 de junho, em Nova Bandeirantes. Os policiais passaram 58 dias em campo na busca pelos criminosos.

“Graças ao empenho de todos nossos policiais militares, temos prestado serviço diuturno em todos os municípios nessa questão de rondas, prevenção e repressão aos ilícitos caso venham a ocorrer”.  

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA