ÁGUA BOA

Mato Grosso

Setasc e Sesp estudam fortalecer ações de prevenção às drogas e à violência

Publicado em

Mato Grosso


A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT) e a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) realizaram na manhã desta quinta-feira (02.11), no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, o 1° Seminário de Integração Estratégica para prevenção às drogas e à violência. O Estado conta com mais de R$ 1 milhão para investir, ainda este ano, em ações preventivas e a expectativa para o próximo ano é receber um aporte de R$ 10 milhões da União.

Segundo a secretária adjunta de Justiça, Lenice Silva dos Santos Barbosa, o seminário teve como foco principal realizar a integração dos diferentes programas de prevenção às drogas e à violência. A gestora ainda destacou que a secretaria conta com mais de 100 projetos voltados para crianças e adolescentes, com objetivo de despertar o interesse nas ações educacionais e esportivas.

“Nós temos o projeto de judô, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope); o Proerd, da PM; o projeto De Cara Limpa Contra as Drogas, da Polícia Civil; o Bombeiro do Futuro, da Rede Cidadã; a Polícia Mirim, entre outros. Então, a ideia da secretaria é de ampliar e estruturar esses projetos, que inclusive são de referências nacionais”, apontou.

Leia Também:  Polícia Militar frustra roubo a banco e prende três homens em VG

O comandante adjunto da Polícia Militar, coronel Daniel Lipi Alvarenga, afirmou que o primeiro seminário também é uma oportunidade para troca de experiências entre os profissionais militares da Baixada Cuiabana com aqueles que estão em outros municípios.

“Classificamos esse seminário como um intercâmbio de ideias e aqui nós temos a oportunidade de assistir tantos jovens em situação de vulnerabilidade que encontraram uma nova oportunidade de futuro pela frente, não apenas no esporte, mas também na educação, ações sociais, bem como desperta o interesse na área militar, o que para muitos parece uma realidade distante”, reforça.

Segundo o tenente-coronel e coordenador estadual do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd-MT), Darwin Germano, a ideia é que, após esse seminário, consigam fazer um modelo de aplicação dos projetos para outros municípios, como já ocorre na Baixada Cuiabana, porque uma série de outras atividades não têm orçamento. “O nosso objetivo é realizar prevenção às drogas e à violência, respeitando as autonomias que existem em cada uma das instituições”.

Leia Também:  Homem é preso com 67 kg de pasta base de cocaína em Cáceres

Por fim, o secretário adjunto de Direitos Humanos, Kennedy Dias, ponderou que as ações preventivas vão ao encontro com a educação. “Nós fazemos parte do Conselho Antidrogas e já estamos trabalhando para a criação de fundo de assistência para atender todos os projetos. Existem muitas ações repressivas e poucas preventivas. Precisamos fomentar o trabalho de base de educação das nossas crianças e jovens com projetos sociais que mostrem a eles uma nova perspectiva de vida”, ressalta.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Dez motoristas são presos por embriaguez ao volante em Cuiabá

Publicados

em


Dez motoristas foram presos após serem flagrados por embriaguez ao volante durante a Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste domingo (16.01), na Avenida Archimedes Pereira Lima, no bairro Santa Cruz, em Cuiabá. Um motorista foi preso por posse de entorpecentes. 

Durante a ação, foram realizados 90 testes de alcoolemia. Destes, 12 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool, sendo autuados pela prática, mas outros quatro se recusaram a fazer o teste. Os agentes da segurança pública identificaram ainda outros seis motoristas que não possuíam Carteira Nacional de Habilitação (CNH); e 12 conduziam veículo sem registro ou não licenciado.

Nesta operação, foram registrados 40 Autos de Infração de Trânsito (AITs); outros cinco motoristas assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), sendo quatro por não serem habilitados e um por conduzir veículo gerando perigo de dano.

Ao todo, 90 veículos foram fiscalizados, dentre eles, 26 foram removidos, dos quais 19 carros e sete motocicletas e outros 29 autuados. Os agentes recolheram 12 documentos, sendo 11 CNHs e um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVs).

Leia Também:  Governo de MT já realizou 25% da obra do novo Hospital Central

A operação Lei Seca é uma ação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) com apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletram), policiais penais do Setor de Operações Especiais (SOE), Departamento de Trânsito (Detran-MT) e a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) de Cuiabá.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA