ÁGUA BOA

Mato Grosso

Trabalhadores do turismo podem fazer curso gratuito e on-line de Atendimento

Publicado em

Mato Grosso


Empresários, funcionários e guias de turistas podem fazer de forma gratuita e online o Curso de Atendimento ao Turista para melhorar o seu negócio. Por isso, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, por meio da Adjunta de Turismo, apoia a parceria do Ministério do Turismo (Mtur) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

“O turismo, com o avanço da pandemia, acabou sendo um dos mais prejudicados economicamente. Por isso, nesse momento estamos trabalhando na retomada do setor, apostando em ações que deem mais segurança para os turistas e empresários. É preciso que os profissionais do setor turístico se capacitem, como em cursos como estes, para que possam se destacar”, afirma o secretário Adjunto de Turismo de Mato Grosso, Jefferson Moreno.

A secretaria adjunta também realizou em maio rodadas de negócios on-line com o objetivo de amparar, estimular e estruturar os destinos para uma retomada do setor no Estado.

“Estudos apontam que os turistas pretendem viajar para regiões próximas, pela segurança em usar transporte rodoviário e não precisar ficar tanto tempo em trânsito ou aglomeração. Então, esse é o momento de quem não conhece Mato Grosso conhecer e de quem trabalha no setor se destacar. O empresário deve estar com o estabelecimento preparado e usando o selo ‘Turismo Responsável ’, que mostrará para o turista que aquele local segue as medidas necessárias e importantes para evitar o contágio”, aconselha o secretário Jefferson Moreno.

Leia Também:  Governo do Estado retoma obra de escola paralisada há sete anos e prefeito destaca "momento histórico"

O curso de Atendimento ao Turista tem carga horária de 80 horas e na grade curricular estão temas como noções de inglês, técnicas de persuasão, planejamento de finanças, fidelização de clientes, estratégias de marketing, ética, segurança e saúde.

O aluno interessado deve acessar este site e se inscrever para fazer o curso imediatamente. O projeto está disponível no link para inscrições até 30 de dezembro de 2021. Para emitir o certificado, o aluno deve finalizar o curso até 6 de março de 2022.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Hematologista do Mato Grosso Saúde explica quais os sintomas da anemia falciforme

Publicados

em


Crises de dor, principalmente nos ossos e nas articulações, podendo afetar qualquer parte do corpo, são os sintoma mais frequentes da doença falciforme. Quem dá detalhes sobre a enfermidade para o Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme (19 de junho), é a hepatologista Paloma Borges, credenciada ao Mato Grosso Saúde.

“As crises de dor têm duração variável e podem ocorrer várias vezes ao ano, com mais frequência em climas frios, casos de infecções, período pré-menstrual, problemas emocionais, gravidez ou desidratação”, pontua a especialista, observando que a doença falciforme altera os glóbulos vermelhos do sangue, fazendo com que as membranas dessas células tomem forma de foice e se rompam com maior facilidade.

A doença, que é hereditária, se apresenta de formas diferentes em cada paciente. Alguns têm sintomas mais leves do que outros, mas geralmente surgem na segunda metade do primeiro ano de vida da criança.

“Essa condição é mais comum em indivíduos da raça negra. No Brasil, representam cerca de 8% dos negros, mas devido à intensa miscigenação historicamente ocorrida no país, pode ser observada também em pessoas de raça branca ou parda”, explica o hepatologista.

Leia Também:  Governo disponibiliza 20 leitos de UTI no Hospital Metropolitano

Além das crises de dores, entre os sintomas está a síndrome mão-pé. Ao afetar as crianças, a falcização ocorre nos pequenos vasos sanguíneos das mãos e dos pés, provocando inchaço, dor e vermelhidão no local.

“Pacientes com doença falciforme têm maior propensão a infecções e, principalmente, as crianças podem desenvolver com mais facilidade pneumonia e meningite. Por isso elas devem receber vacinas especiais para prevenir estas complicações. E, ao primeiro sinal de febre deve procurar o pronto atendimento mais próximo onde é feito o acompanhamento da doença. Isto certamente fará com que a infecção seja controlada com mais facilidade”, alerta a especialista.

A Dra. Paloma Borges também chama a atenção para casos de úlcera, que são feridas que surgem com mais frequência próximo aos tornozelos, a partir da adolescência. Essas lesões podem demorar muito para cicatrizar completamente. A médica orienta uso de sapatos que cubram todo o corpo do pé para prevenir essa situação.

Entre os sintomas a médica também cita problemas na filtragem de sangue no baço.“Em crianças com anemia falciforme, o baço pode aumentar rapidamente por eliminar o sangue e isso pode levar rapidamente à morte por redução do fluxo sanguíneo aos outros órgãos, como o cérebro e o coração. É uma complicação da doença que envolve risco de perder a vida e exige tratamento emergencial”.

Leia Também:  Corpo de Bombeiros entrega abafadores para auxiliar no combate aos incêndios no Pantanal

Diagnóstico e Tratamento

A partir dos sintomas e do histórico familiar, o médico irá detectar esse tipo de anemia, através do exame de eletroforese de hemoglobina, ou seja, uma amostra de sangue.
 

“O teste do pezinho, realizado gratuitamente antes do bebê receber alta da maternidade, proporciona a detecção precoce de hemoglobinopatias, como a anemia falciforme”, destaca a Dra. Paloma Borges.

A partir do diagnóstico, o paciente passa a ter acompanhamento médico adequado, em um programa de atenção integral, pelo resto da vida. É uma rotina acompanhada por médicos, enfermeiras, assistentes sociais, nutricionistas, psicólogos, dentistas, entre outros.

“Os pacientes devem ser acompanhados por toda a vida por uma equipe com vários profissionais treinados no tratamento para orientar a família e o doente a identificar rapidamente os sinais de gravidade da doença, a tratar adequadamente as crises e a praticar medidas para sua prevenção”, finaliza a médica.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA