ÁGUA BOA

Mato Grosso

Unidades penais recebem obras literárias para projetos de remição de pena

Publicado em

Mato Grosso


Capitães da Areia, Dom Casmurro, Vidas Secas. Obras de Jorge Amado, Machado de Assis e Graciliano Ramos que agora serão lidas por pessoas privadas de liberdade em Mato Grosso. Os livros serão entregues às unidades penais, como parte das iniciativas realizadas em comemoração ao Dia Estadual da Ressocialização, celebrado nesta quinta-feira (26.08). São 13.550 livros, compostos por 11 títulos diferentes.

O repasse aos estabelecimentos penais será liderado pelo Núcleo de Educação nas Prisões (NEP), que recebeu os livros da Adjunta de Administração Penitenciária da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). As obras foram doadas pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Os exemplares serão utilizados em projetos de remição de pena por leitura, como explica a pedagoga responsável pelo NEP, Fabiana Flavia de Magalhães Nascimento. “A entrega dos livros reforça as ações da educação no sistema prisional, pois os projetos de remição por leituras são atividades complementares que buscam oferecer às pessoas privadas de liberdade acesso ao mundo literário, tendo a oportunidade de expandir os conhecimentos”.

Leia Também:  Governo lança pesquisa de qualidade dos serviços de atrativos turísticos de MT

Além de remir a pena, a iniciativa cumpre a resolução n° 391 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com ela, serão consideradas para o cálculo da remição três tipos de atividades educacionais realizadas durante o período de encarceramento: educação regular (quando ocorre em escolas prisionais), práticas educativas não-escolares e leitura.

A resolução também permite que analfabetos participem do projeto. Neste caso, a leitura é feita em pares, onde uma pessoa escolarizada lê para quem não consegue, ou ainda por audiobooks. Para cada livro lido, a pessoa tem quatro dias reduzidos na pena.

A Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá, também realizou atividade pelo Dia da Ressocialização. As reeducandas participaram do Solte a Voz, uma espécie de show de talentos, em que elas cantaram e fizeram apresentações artísticas. O objetivo foi promover um momento de descontração e incentivar a expressão de sentimentos pela arte.

Quinto no ranking

Mato Grosso é o quinto Estado no ranking de pessoas privadas de liberdade envolvidas em atividades educacionais, segundo dados do Infopen, divulgados pelo Depen, referente ao período de julho a dezembro de 2020. Só em atividades complementares, são 2.001 realizadas em todas as unidades penais do estado. São 39,79% do número total de reeducandos participando de atividade educacional.

Leia Também:  Primeira-dama entrega mil cestas básicas para famílias atendidas pela Paróquia São José Operário
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mato Grosso

Primeira-dama de MT participa de inauguração do ‘Núcleo Florescer’ do projeto Chita & Fuxico

Publicados

em


Neste sábado (25.09) aconteceu a inauguração do segundo núcleo de produção formal do Chita & Fuxico da BPW, que tem como embaixadora do projeto a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes. O Núcleo Florecer foi instalado no instituição Seara de Luz, no bairro Liberdade, em Cuiabá.

O objetivo do núcleo é ser um espaço que receba mulheres em situação de vulnerabilidade social, para dar qualificação a elas através da costura, tendo como principais elementos a chita e o fuxico, gerando renda as assistidas. Outro objetivo também é fazer do projeto ‘Chita & Fuxico’ uma grife regional, com projeção para o mercado da moda em nível nacional e internacional. Esse é o segundo núcleo instalado, tendo como primeiro o Núcleo Flor Ribeirinha, localizado no Quintal da Domingas no bairro São Gonçalo Beira Rio.

“É gratificante receber esse projeto e sermos prestigiadas pela primeira-dama Virginia Mendes aqui no Seara de luz. Esse projeto ampara as mulheres em situação de vulnerabilidade social. É uma oportunidade de trabalho e de qualificação profissional de “ensinar a pescar”, e é isso que a gente quer, criar maneiras para que as pessoas caminhem com as suas próprias pernas e saiam da exclusão”, contou Elione Fátima, presidente da Seara de Luz.

Leia Também:  Quarta-feira (22): Mato Grosso registra 533.153 casos e 13.746 óbitos por Covid-19

A inauguração de hoje uniu a força dos projetos Chita & Fuxico e a MT Mamma – Amigos do Peito, que já reforça a importância da Campanha Outubro Rosa 2021. Juntos, os dois projetos criaram a coleção ‘Mamma&Chita’, que traz uma edição limitada de camisetas e máscaras da campanha Outubro Rosa customizada pelas mulheres ribeirinhas assistidas pelo projeto. Essa união irá proporcionar renda em prol das pessoas em tratamento e pós-tratamento do câncer de mama e de mulheres ribeirinhas em situação de vulnerabilidade social, já que o valor arrecado na venda será dividido entre os dois projetos.

Durante a inauguração aconteceu o desfile da coleção ‘Mamma&Chita’ que mostrou a edição limitada das camisetas da MT Mamma customizadas. A primeira-dama de Mato Grosso abriu o desfile acompanhada por sua filha, Maria Luiza.

“A Virginia Mendes veio abrilhantar o nosso desfile, entrando com a sua filha Maria Luiza. Esse gesto reforça a importância dos dois projetos e fortalece as nossa ações”, disse Zilda Zompero, coordenadora da comissão de responsabilidade social da BPW.

“Estou muito feliz por fazer parte desses projetos! É a união de duas causas extremamente importantes que dá forças para as mulheres que lutam contra o câncer e também às mulheres que precisam de uma renda para manterem o seu lar. Me sinto honrada por estar aqui e poder contribuir com essas ações”, disse a primeira-dama de Mato Grosso.

Leia Também:  Esportistas de Mato Grosso disputam Superliga da Europa de Goalball

Para a diretora administrativa da MT Mamma, Margarete Torres é muito importante ter o apoio da primeira-dama Virginia Mendes na união desses ações. “A primeira-dama representa todas as mulheres do Estado, para nós é uma honra termos o apoio dela nesse projeto, porque ela sabe a importância da causa social e da ajuda ao próximo. É uma mulher que faz a diferença, que é voluntária e que faz realmente as coisas acontecerem. A Virginia Mendes tem o poder de sensibilizar as pessoas e isso é muito importante para as causas sociais”, ressaltou Margarete.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA