ÁGUA BOA

FRIO VEM AÍ

Frente fria ganha força e termômetros devem ficar próximos de 0 grau em MT; confira previsão

Publicado em

Meio Ambiente

Cuiabá deve registrar 9 graus nesta semana

A Capital de Mato Grosso deve ter frio de 9 graus enquanto Chapada dos Guimarães vai registrar 4.

O mês de julho deve terminar gelado em Cuiabá, Chapada dos Guimarães e em várias cidades de Mato Grosso. Segundo o site do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), as temperaturas podem chegar perto dos 0 graus nesta semana.

Na capital, as temperaturas devem começar a baixar na quarta-feira (28), quando está previsto para os termômetros registrarem mínimas de 13 graus, com máxima de “apenas” 25. Em Chapada dos Guimarães, a meteorologia aponta mínima de 9 graus e máxima de 21.

Leia também: Frio que “enganou cuiabanos” semana passada deve chegar com força total

A quinta-feira (29) será ainda mais fria. A máxima em Cuiabá deve ser de 24 graus e a mínima de 9 graus. O dia mais frio da semana. Em Chapada, a meteorologia aponta para temperaturas de 4 graus. A máxima do dia deve ser se 20 graus.

A sexta-feira deve ter máximas mais altas, mas a temperatura mínima continua a mesma na Capital mato-grossense. Os termômetros devem registrar entre 9 e 27 graus. Chapada dos Guimarães deve continuar com a mínima de 4 graus e a máxima de 23.

Leia Também:  Reunião discutiu a possível implantação de uma unidade do IFMT em Água Boa; vídeo

As temperaturas devem voltar a subir no sábado (31), quando a máxima registrada em Cuiabá será de 31 graus. A mínima continua bem baixa, 12 graus. O frio continua em Chapada, com mínimas de 7 graus e máxima de 27.

Reprodução

frio em cuiaba

Reprodução

frio em chapada

Olho no Araguaia – Repórter MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Meio Ambiente

Mato Grosso – Piracema começa em 01 de outubro

Publicados

em

O período de defeso da piracema em Mato Grosso ocorrerá entre 1º de outubro de 2021 e 31 de janeiro de 2022. O calendário foi definido pelo Conselho Estadual da Pesca (Cepesca), com base em um estudo que monitora há 17 anos os peixes das três Bacias Hidrográficas do estado – do Paraguai, Amazonas e Araguaia-Tocantins.

O estudo apresentado pela conselheira Lúcia Mateus, professora do Instituto de Biociências da da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), bióloga, doutora em Ciências Biológicas e Zoologia, aponta que a atividade reprodutiva dos peixes em Mato Grosso é mais presente neste período.

Em outubro, novembro e dezembro, a probabilidade de encontrar os peixes em atividade reprodutiva chega a 80%. Neste período os rios ainda estão com volume relativamente baixo de água e os peixes estão reunidos em cardumes para a migração, fator que aumenta a vulnerabilidade para a captura pela pesca depredatória.

Olho no Araguaia – Ascom

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rotam prende suspeitos com meia tonelada de maconha; prejuízo é milionário para organização criminosa
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA