ÁGUA BOA

INVESTIGAÇÃO

Baixo Araguaia – Assassinato de homem dentro de ônibus; caso segue em investigação

Publicado em

Policial

Na bagagem do homem assassinado a Polícia encontrou maconha

Na bagagem do homem assassinado a Polícia encontrou maconha

Um crime brutal, chocou os passageiros do ônibus Rio Novo que saiu de São Felix e seguia para Ribeirão Cascalheira. Era por volta das 14:30h, quando dois homens armados obrigaram o motorista do veículo  Geraldo Junior Mariano da Silva a parar o veículo, na saída do distrito de Vila Campinas, em Bom Jesus do Araguaia (MT), para que os dois homens que pilotavam uma motocicleta, executasse o passageiro Alceny Simão dos Santos, de 25 anos.

Alceny Simão havia entrado no ônibus na cidade de Serra Nova Dourada, e ao chegar em Bom Jesus do Araguaia, não queria descer do veículo para o almoço, mas acabou obedecendo a ordem da empresa, já que é de praxe, para resguardar itens pessoais dos passageiros. Alceny desceu com uma criança de colo, de aproximadamente dois anos.
Jovem de 25 anos, executado dentro do ônibus na tarde desta terça-feira próximo ao Alô Brasil

A viagem seguiu até a Vila Campinas, localizada às margens da BR-158, quando ocorreu a execução. Geraldo Junior disse que os criminosos apontaram a arma e obrigaram a parada do ônibus e a abertura da porta e disseram que iam “resolver uma parada”.

Leia Também:  Policiais civis prendem foragido na posse de armas, dinheiro e drogas

Entraram no ônibus e disparam cerca de 5 vezes contra Alceny que estava sentado nas últimas poltronas. A criança foi retirada para que os disparos fossem efetuados.

Logo após, os criminosos saíram do ônibus, atiraram para cima e fugiram sentido Alô Brasil. A Polícia Militar foi acionada e fez o isolamento do local, após a chegada de investigadores da Polícia Judiciária Civil, realizaram rondas para encontrar os suspeitos, porém, sem êxito.

Dentro da bagagem da vítima, os policiais encontraram uma porção de substância análoga à maconha, um dichavador e seda para enrolar cigarros da droga.

O Conselho Tutelar foi acionado para tomar providências com relação à criança. Não há informações sobre a motivação da execução. O crime é investigado.

Olho no Araguaia – Agência da Notícia

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Depois de um histórico de violência, mulher denuncia ex-companheiro, preso em flagrante por perseguição

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Policiais da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Sinop (Dedm) prenderam em flagrante nesta quarta-feira (01.12) um homem de 53 anos por perseguição contra sua ex-companheira. Contra o suspeito, os policiais civis constataram um mandado de prisão pelo crime de estupro de vulnerável decretado pela Justiça de Goiás.

A mulher de 35 anos chegou de Goiás nesta semana e na quarta-feira procurou a Polícia Civil para denunciar o ex-companheiro, que saiu do estado vizinho e veio até Sinop procurá-la.

Histórico de abusos

A vítima relatou na Delegacia da Mulher que conviveu com o suspeito por dez anos, em Goiânia. Durante todo o relacionamento, foi brutalmente espancada, mantida em cárcere privado, sendo impedida de sair à rua, a não ser em companhia dele, e também de ver seus familiares ou usar telefone.

Ela contou ainda que era obrigada a vestir-se com roupas masculinas e a viver com o cabelo raspado. Em diversas ocasiões, foi agredida fisicamente e teve o braço fraturado por duas vezes, não podendo receber atendimento médico. O suspeito também a ameaçava de morte.

Leia Também:  Querência: Os Barões da Pisadinha abrirão grade de shows da Expoquer 2022

No fim de novembro, ela decidiu se separar e pediu ao suspeito para vir a Sinop, o que ele concordou. Contudo, dias após ela chegou na cidade, o agressor começou a procurá-la, indo inclusive a um canal de televisão local pedindo ajuda para encontrar a vítima. O suspeito também ofertou dinheiro a pessoas conhecidas dela para que informassem o paradeiro da ex-companheira.

A vítima então procurou a delegacia e relatou todo o histórico de violência sofrida ao longo dos dez anos.

Após o registro da ocorrência, os policiais realizaram diligências e localizaram o agressor em um hotel próximo à rodoviária de Sinop. Ele foi conduzido à central de flagrantes da Delegacia de Sinop, onde foi autuado pelo crime de perseguição, previsto no Artigo 147-B, do Código Penal.

Os policiais tambem cumpriram o mandado de prisão por estupro de vulnerável expedido em 2019 pela 2a Vara Criminal da Comarca de Aparecida de Goiânia. O suspeito é investigado pelo crime cometido contra a própria filha de 13 anos.

Depois dos procedimentos na delegacia, ele foi encaminhado à penitenciária de Sinop.

Leia Também:  Três suspeitos de tráfico e porte ilegal de arma de fogo são presos em Pontes e Lacerda

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA