ÁGUA BOA

Policial

Duas mulheres envolvidas em crimes de estelionato e tráfico de drogas são presas pela Polícia Civil

Publicado em

Policial


Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais duas mulheres envolvidas em ações criminosas na cidade de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) foram presas pela Polícia Civil, na tarde de sexta-feira (11.06), durante diligências da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município. 

A primeira prisão ocorreu após investigação visando a repressão aos delitos patrimoniais. A suspeita de 29 anos foi autuada em flagrante pelo crime de estelionato, depois de participar de um golpe causando prejuízo financeiro de R$ 117 mil à vítima.

Conforme apurado a vítima reside na cidade de Aparecida de Goiás (GO) e negociou a venda de seu veículo Honda Civic pelo valor de R$ 117 mil. Sendo parte do valor acordado, de R$ 58,5 mil, depositado na conta da suspeita que reside em Rondonópolis. 

Ao ser identificada e abordada pelos policiais civis, a jovem confessou que havia emprestado a sua conta bancária para recebimento das vantagens decorrentes do golpe patrimonial. Diante dos fatos ela foi conduzida para Derf, interrogada e autuada em flagrante por estelionato e associação criminosa.

Leia Também:  Quatro integrantes de associação criminosa são presos pela Polícia Civil em Cáceres

TRÁFICO DE DROGAS

Dando sequência às diligências de combate aos crimes em Rondonópolis, os policiais civis da Derf realizaram a prisão de uma mulher que foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. 

Durante investigação foi descoberto que a suspeita vinha comercializando entorpecentes na região do bairro Jardim das Flores. De posse das informações, ela passou a ser monitorada, quando na tarde de sexta-feira (11) a equipe realizou a abordagem da investigada. 

Com ela foram apreendidas várias porções de entorpecentes e uma sanduicheira que era utilizada para ocultar as substâncias ilícitas. Questionada, ela confessou a prática criminosa, bem como possuía diversas passagens pela polícia.

Em seguida a mulher foi conduzida para Derf, interrogada e autuada por tráfico de drogas, sendo posteriormente colocada à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Helicóptero que caiu com quase 300 kg de cocaína em MT está em nome de policial civil

Publicados

em

Cocaína apreendida em aeronave, em Poconé - Foto: CIOPAER

O papiloscopista Ronney José Barbosa Sampaio, do Distrito Federal, afirmou que o helicóptero foi vendido em maio, mas o comprador não concluiu a transferência.

A aeronave que caiu numa fazenda da zona rural de Poconé (100 km da Capital) no domingo (1º), apreendida com quase 300 kg de cloridrato de cocaína, está no nome do policial civil do Distrito Federal Ronney José Barbosa Sampaio.

A aeronave de asa rotativa, modelo Robson R44, foi encontrada durante uma operação deflagrada pela Polícia Federal com apoio do Grupo Estadual de Segurança na Fronteira (Gefron), Polícia Militar (PM) e Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Foi constatado o nome do servidor como proprietário da aeronave após verificação da matrícula do helicóptero junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O G1 do Distrito Federal conseguiu contato com Ronney, que respondeu ter vendido a aeronave em maio e possuir toda documentação para provar, com recibo registrado no dia 25 de maio de 2021.

“Eu tenho todos os documentos da venda do helicóptero, fiz a transferência da minha parte. Mas esse processo é igual venda de carro. Se o comprador não fizer a transferência para ele também, vai continuar no meu nome”, disse o policial.

Leia Também:  Paulo Taques vira réu por falso testemunho à PC para grampear ex-amante em MT

Questionado quem seria o comprador, o policial respondeu que foi um morador do Mato Grosso do Sul (MS).

Ronney ressaltou que comprou o helicóptero a cerca de um ano, mas não teve condições financeiras para ‘acertar’ a documentação, então, decidiu vender.

Ele explicou ainda que o helicóptero não poderia estar sendo usado, pois, “não estava aero navegável e não tinha autorização para voar”.

Olho no Araguaia – (com informações G1/DF).

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA