ÁGUA BOA

Policial

Em menos de 24 horas Polícia Civil recupera joias furtadas e prende casal por receptação

Publicado em

Policial


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um furto à residência mediante arrombamento e com subtração de joias ocorrido em Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá), foi rapidamente esclarecido pela Polícia Civil do município, e os produtos recuperados. Um casal, ele de 25 anos e ela de 33 anos, foi preso por receptação.

No final da tarde de quarta-feira (07.07), a vítima procurou a Delegacia de Pontes e Lacerda para registrar a ocorrência. Residente no centro da cidade, ela informou que ao chegar em casa viu o portão da frente e a porta da cozinha arrombados, e o interior do imóvel todo revirado.

Do local foram furtados vários produtos, além de diversas peças de joias como: anéis, relógios, pares de brinco, correntes, braceletes, pingentes, roupas, entre outros itens.

Com base nos relatos, os policiais civis passaram a apurar o furto qualificado mediante arrombamento, e no início da tarde desta quinta-feira (08), um homem e uma mulher foram surpreendidos com os materiais subtraídos, em uma residência no bairro Vila Guaporé.

Leia Também:  Investigado pela Polícia Civil pela morte de companheira é condenado a 21 anos em Tribunal do Júri

Ao ser abordado o suspeito tentou fugir, bem como tentou resistir a abordagem e pegar a arma de um dos investigadores, porém foi contido. No bolso dele foram encontrados um porta-joias com diversas correntes, brincos e R$ 270 em dinheiro. Perguntado sobre os objetos, o mesmo se negou a prestar qualquer esclarecimento.

Em seguida a equipe entrou na casa e avistou a mulher usando algumas das peças subtraídas. No quatro do casal foram recuperados o restante da mercadoria furtada.

Diante do fato os dois envolvidos foram conduzidos até a Delegacia de Pontes e Lacerda junto com os materiais apreendidos. Eles foram interrogados, autuados por receptação e posteriormente colocados à disposição da Justiça. As investigações continuam para identificar a autoria do crime.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de empresário identificado como autor de homicídio em Juruena

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O empresário apontado como autor de um homicídio ocorrido no sábado (31.07) no município de Juruena (880 km a noroeste de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, no início da tarde desta terça-feira (03.08).

O suspeito de 34 anos se apresentou com advogado na delegacia de Juína (735 km a noroeste da Capital), ocasião em que já estava com a ordem de prisão preventiva expedida pela Justiça, com base nas investigações da Polícia Civil.

O homicídio que vitimou, Maycon dos Santos Ronn, de 27 anos ocorreu por volta das 20h30 de sábado (31), em um posto de combustíveis em Juruena, ocasião em que a vítima foi morta por disparos de arma de fogo. Logo após os fatos, o suspeito entrou em seu veículo e fugiu do local.

Assim que foi acionada do crime, a equipe de policiais da Delegacia de Juruena foram até o local e após as providências de praxe, iniciou as diligências para identificar e prender o autor do homicídio. Através das imagens das câmeras do circuito de segurança do posto, foi possível identificar o autor do crime como o empresário do ramo de metalúrgica do município.

Leia Também:  Polícia Civil prende jovem atuante no tráfico de drogas e homem foragido da Justiça do Estado de SP

Diante das evidências colhidas pelos policiais da Delegacia de Juruena, o delegado plantonista, Marco Bertolotto Remuzzi, representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pela Justiça, no início da tarde domingo (01.08). O suspeito se apresentou no início da tarde desta terça-feira (03), na Delegacia de Juína.

Segundo o delegado, Marco Remuzzi, a agilidade nas investigações foi fundamental para que a expedição do mandado e consequente prisão do suspeito, uma vez que ele não estava mais em situação de flagrante.

“A rapidez no trabalho investigativo realizado pelos policiais da Delegacia de Juruena na identificação do suspeito foi fundamental para esclarecimento dos fatos e prisão do autor do crime. Adentramos a noite, para materializar a denúncia, outiva de testemunhas, relatórios policiais que deram base para a representação do mandado de prisão preventiva do suspeito que foi protocolada nas primeiras horas de domingo e expedida poucas horas depois”, disse o delegado.

A motivação do crime será apurada em inquérito policial que continua em andamento pela Delegacia de Juruena.

Leia Também:  Polícia Civil localiza mais R$ 150 mil em defensivos agrícolas em região de mata em Diamantino

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA