ÁGUA BOA

Policial

Equipe de atendimento psicossocial promove roda de conversa e reflexão com policiais em Cáceres

Publicado em

Policial


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Coordenadoria de Gestão de Pessoas da Polícia Civil, por meio da equipe psicossocial, realizou na quinta-feira (21.10), uma roda de conversa com os servidores da regional de Cáceres. O objetivo foi trabalhar o atendimento aos servidores em vários aspectos do cotidiano profissional.

A roda de conversa permitiu o desenvolvimento de reflexões, troca de conhecimento, aprendizagem de habilidades sociais, mudanças de comportamentos e de modelos mentais e avaliação e compreensão da pluralidade de vivências.

A gerente de Aplicação, Desenvolvimento, Saúde e Segurança, Viviane Moraes, destaca que a ação foi desenvolvida com o intuito fazer os membros do grupo compartilharam entre si seus conhecimentos, experiências, vivências, sentimentos e emoções.

A roda de conversa foi conduzida pelas psicólogas Manuella Soares Monteiro e Tatiane Crozetta, que trabalharam a motivação a forma de convivência entre os servidores das Unidades Policiais e uma melhor visão de assuntos complexos existentes nos dias atuais. 

“A atividade realizada pelas psicólogas com os servidores desta regional foi salutar, pois trouxe amparo institucional neste momento sensível, em que perdemos colegas de trabalho”, pontuou a delegada Judá Marcondes, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandado em casa de empresário investigado por tráfico de drogas

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Depois de um histórico de violência, mulher denuncia ex-companheiro, preso em flagrante por perseguição

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Policiais da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Sinop (Dedm) prenderam em flagrante nesta quarta-feira (01.12) um homem de 53 anos por perseguição contra sua ex-companheira. Contra o suspeito, os policiais civis constataram um mandado de prisão pelo crime de estupro de vulnerável decretado pela Justiça de Goiás.

A mulher de 35 anos chegou de Goiás nesta semana e na quarta-feira procurou a Polícia Civil para denunciar o ex-companheiro, que saiu do estado vizinho e veio até Sinop procurá-la.

Histórico de abusos

A vítima relatou na Delegacia da Mulher que conviveu com o suspeito por dez anos, em Goiânia. Durante todo o relacionamento, foi brutalmente espancada, mantida em cárcere privado, sendo impedida de sair à rua, a não ser em companhia dele, e também de ver seus familiares ou usar telefone.

Ela contou ainda que era obrigada a vestir-se com roupas masculinas e a viver com o cabelo raspado. Em diversas ocasiões, foi agredida fisicamente e teve o braço fraturado por duas vezes, não podendo receber atendimento médico. O suspeito também a ameaçava de morte.

Leia Também:  Ação integrada resgata com vida homem que estava desaparecido há 10 dias

No fim de novembro, ela decidiu se separar e pediu ao suspeito para vir a Sinop, o que ele concordou. Contudo, dias após ela chegou na cidade, o agressor começou a procurá-la, indo inclusive a um canal de televisão local pedindo ajuda para encontrar a vítima. O suspeito também ofertou dinheiro a pessoas conhecidas dela para que informassem o paradeiro da ex-companheira.

A vítima então procurou a delegacia e relatou todo o histórico de violência sofrida ao longo dos dez anos.

Após o registro da ocorrência, os policiais realizaram diligências e localizaram o agressor em um hotel próximo à rodoviária de Sinop. Ele foi conduzido à central de flagrantes da Delegacia de Sinop, onde foi autuado pelo crime de perseguição, previsto no Artigo 147-B, do Código Penal.

Os policiais tambem cumpriram o mandado de prisão por estupro de vulnerável expedido em 2019 pela 2a Vara Criminal da Comarca de Aparecida de Goiânia. O suspeito é investigado pelo crime cometido contra a própria filha de 13 anos.

Depois dos procedimentos na delegacia, ele foi encaminhado à penitenciária de Sinop.

Leia Também:  Três suspeitos de tráfico e porte ilegal de arma de fogo são presos em Pontes e Lacerda

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA