ÁGUA BOA

Policial

Gefron prende três pessoas com 47 kg de drogas no Rio Paraguai

Publicado em

Policial


Nara Assia/Sesp-MT

Policiais do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) prenderam três pessoas que portavam aproximadamente 47 kg de droga, neste domingo (06.06). A ação foi realizada em conjunto com a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), Força Tática do 6º Comando Regional da Polícia Militar (PM-MT) e o Grupo de Apoio (GAP) do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM), durante patrulhamento fluvial no Rio Paraguai, em Cáceres (215 km ao Oeste de Cuiabá).

Por volta das 12h, durante a Operação Hórus/VIGIA, a equipe policial avistou uma embarcação que se deslocava no sentindo Bolívia/Brasil, com três ocupantes em atitude suspeita. Foi feita a tentativa de abordagem, momento em que a equipe observou que uma mulher retirou um revólver de cor prata da cintura e jogou na água. Logo em seguida, ela jogou também o aparelho celular.

Na abordagem, foram localizadas junto aos suspeitos duas mochilas de cor verde contendo 31 tabletes de substância análoga a pasta base de cocaína, pesando 31.234 kg; 33 tabletes de substância análoga a maconha, pesando 12.352 kg; e quatro tabletes de substância análoga a cloridrato de cocaína, pesando 4.122 kg.

Leia Também:  Cocalinho - Polícia Militar prende quatro suspeitos por assalto

Os policiais ainda encontraram com a suspeita 12 munições intactas de calibre 357 Magnum e também uma chave veicular, cujo carro ela informou ter deixado estacionado no ancoradouro com uma carretinha acoplada. A mulher disse também que deslocariam com a embarcação até o local em que o veículo estava estacionado. Diante disso, outra equipe policial foi até o local e localizou o veículo.

Os três suspeitos, sendo dois homens e uma mulher, juntamente com os materiais apreendidos, foram encaminhados para a Defron, para as providências que o caso requer. O prejuízo total ao crime foi estimado em R$ 800.000,00.

Outra ocorrência

Também no domingo (06.06), por volta das 14h, policiais do Gefron recuperaram dois veículos e prenderam um suspeito, em Pontes e Lacerda (450 km ao Oeste de Cuiabá). Durante fiscalização no posto do Matão, a equipe visualizou uma motocicleta de cor vermelha em atitude suspeita.

Posteriormente, os policiais deslocaram para fazer a abordagem e mais à frente se depararam com a motocicleta na saída de uma estrada vicinal, denominada “Cabriteira”, juntamente com uma caminhonete Triton L200 de cor prata. Ao avistar a viatura, o motorista do carro fugiu sentido Bolívia. Após um trecho em perseguição, o o suspeito abandonou o veículo e adentrou em uma área de mata. Os policiais fizeram uma varredura no local, mas não conseguiram localizá-lo.

Leia Também:  Gerente da CEF é preso por participar de esquema; preso está internado com Covid

Posteriormente, a equipe abordou o suspeito da motocicleta Honda/Titan de cor vermelha, que foi detido pelo fato de prestar apoio logístico na modalidade de “batedor”. Ele também foi reconhecido pela equipe, pela participação em um Roubo/Sequestro com cárcere privado, no município de Jauru, conforme Boletim de Ocorrência confirmado pelos policiais.

Na checagem via base do Gefron, constou que a L200 Triton de cor prata é produto de Roubo/Sequestro com cárcere privado, ocorrido na cidade de Pontes e Lacerda, conforme BO elaborado pela vítima. Diante dos fatos, o suspeito e os veículos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Pontes e Lacerda.

O valor de prejuízo total ao crime foi calculado em R$ 164.200,00.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Mulher que ateou fogo no marido em Tangará da Serra é presa pela Polícia Civil logo após o crime

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma mulher que ateou fogo no corpo do marido na manhã desta segunda-feira (14.06), no município de Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá) foi presa em flagrante pela Polícia Civil, logo após cometer o crime. A mulher, 28 anos, foi localizada próximo a unidade de saúde em que a vítima foi socorrida e foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio qualificada por meio insidioso e uso de fogo.

O marido de 37 anos encontra-se internado em estado grave de saúde com cerca de 40% do corpo queimado. A prisão da suspeita ocorreu logo após a equipe da Polícia Civil de Tangará da Serra ser acionada para atender a ocorrência de um homem que havia entrada na Unidade Pronto Atendimento (UPA) com graves queimaduras pelo corpo.

A vítima apresentava queimaduras de 1º grau em 40% do corpo, bem como encontrava-se intubada e seu estado de saúde considerado grave. Durante o atendimento da ocorrência, os policiais civis identificaram a esposa da vítima como a autora da tentativa de homicídio. A suspeita foi localizada logo em seguida, nas proximidades da UPA, e ao ser abordada, confessou que ateou fogo no marido.

Leia Também:  Tenente da Polícia Militar informa situação da desocupação da Porta da Amazônia

Questionada, ela alegou que na noite anterior, o marido havia a agredido, e na manhã desta segunda-feira (14) iniciaram uma nova discussão. A vítima então foi para o banheiro, ocasião em que a suspeita ficou o aguardando com uma bacia com álcool e fósforo, sendo a vítima surpreendida no momento em que saia do recinto. Mesmo após ter o corpo em chamas, a vítima foi dirigindo até UPA, onde foi socorrida.

Segundo o delegado, Adil Pinheiro de Paula, a suspeita alegou que ateou fogo no marido para se defender, porém a versão não convence, uma vez que ela ficou aguardando para atacar a vítima. “Ela aproveitou o momento em que a vítima saiu do banheiro para jogar o álcool e em seguida o fósforo aceso. Como na primeira tentativa o fósforo não pegou fogo, então ela acendeu um segundo palito, conseguindo incendiar o corpo da vítima”, explicou o delegado.

Diante das evidências, a mulher foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio qualificada por meio insidioso e uso de fogo.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Autores de roubo de 15kg de carne em mercado de Várzea Grande são presos pela Polícia Civil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA