ÁGUA BOA

Policial

Polícia Civil prende envolvidos em roubo em restaurante na BR 070 em que vítima foi agredida

Publicado em

Policial


Assessoria/Polícia Civil-MT

Três criminosos envolvidos em um roubo ocorrido em restaurante na BR 070 em que a vítima ficou gravemente ferida foram presas em flagrante pela Polícia Civil, na quinta-feira (23.09), em ação dos policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) realizada imediatamente após a comunicação do crime.

A ação resultou na recuperação de um veículo, uma arma de fogo, um simulacro e munições calibre 44.

As diligências iniciaram após os policiais da Derf receberem informações de que o dono do estabelecimento comercial localizado no km 33, na BR 070, sentido General Carneiro, havia sido roubado e sofrido graves lesões corporais durante o assalto.

Segundo as informações, três suspeitos chegaram ao local e pediram duas cervejas e na primeira oportunidade anunciaram o assalto, apresentando as armas de fogo. A vítima foi levada para o interior da residência, que fica no mesmo local, onde foi agredida pelos criminosos, ficando com cortes profundos na cabeça e ferimentos por todo corpo.

Leia Também:  Baixo Araguaia - Assassinato de homem dentro de ônibus; caso segue em investigação

A violência tinha como objetivo descobrir onde estariam objetos de valor e armas de fogo. Após os atos de crueldade, a vítima foi amarrada e trancada no quarto, enquanto os criminosos fugiram, levando dinheiro, armas, munições e o automóvel VW Gol da vítima.

Assim que a equipe da Derf Barra do Garças foi acionada do roubo, os investigadores iniciaram as investigações para identificar e prender os autores do crime. As primeiras diligências trouxeram para investigação, evidências que levaram à localização do automóvel da vítima, abandonado na estrada que dá acesso ao distrito de Voadeira. Roupas sujas de sangue foram abandonadas no meio do mato, próximo ao carro.

Em seguida, as investigações resultaram na identificação de um dos envolvidos no roubo que na sequência, foi localizado, em uma residência no bairro São José. Com a prisão do suspeito, os policiais conseguiram chegar aos demais envolvidos e ao final do dia, a equipe da Derf consagrou a prisão de três dos quatro envolvidos no roubo. Com eles, foi apreendida uma carabina, um simulacro de arma de fogo e 10 munições calibre 44.

Leia Também:  Suspeitos envolvidos em roubo de fazenda em Poconé são presos durante operação contra organizações criminosas

Os suspeitos foram conduzidos à Derf onde foram interrogados pelo delegado, Nelder Martins Pereira, que ratificou a prisão em flagrante dos envolvidos, convencido dos indícios de autoria e provas de materialidade. Os suspeitos responderão pelos crimes de roubo majorado sendo posteriormente colocados à disposição da Justiça de Barra do Garças.

Segundo o delegado titular da Derf Barra do Garças Nelder Martins Pereira, o quarto criminoso foi identificado e qualificado. “O histórico de vida pregressa demonstra que todos os envolvidos têm um perfil criminoso de violência e crueldade, o que caracteriza a frieza nos atos de agressões que lesionaram a vítima”, pontuou o delegado.

“As diligências continuam em andamento para localizar e prender o quarto suspeito, dando uma resposta rápida ao crime grave, de extrema violência praticada contra vítima”, concluiu Nelder.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Polícia Civil prende na Capital homem investigado por homicídio ocorrido em novembro passado

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriram na tarde desta sexta-feira (22.10) a prisão de um homem investigado por um homicídio ocorrido em novembro passado, na Capital.

Adilson Alves da Silva, 33 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo dentro de sua casa, no bairro Paraisópolis, ao lado do Três Poderes, no dia 07 de novembro do ano passado. Ele foi socorrido a uma unidade de saúde e faleceu dois dias depois, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Dois suspeitos invadiram a residência da vítima, arrombaram a porta e um deles, o preso nesta sexta-feira, fez os disparos de arma de fogo contra Adilson, que dormia ao lado de sua esposa.

A investigação da DHPP encontrou elementos robustos que chegaram ao autor do crime, de 22 anos, que teve o mandado de prisão temporária representado pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes à 12a Vara Criminal, que decretou a prisão temporária.

Em seu interrogatório, entretanto, ele negou ter cometido o crime, embora houvesse contradições em sua narrativa. “Agora, ele aguardará preso até a conclusão das investigações e, sendo convertida a cautelar em preventiva, o desenrolar do processo”, explicou o delegado.

Leia Também:  Investigação sobre crime do novo cangaço no norte de MT é destaque em programa nacional de TV

Após o crime, a investigação apurou tudo que ocorrera na data dos fatos e constatou que esse suspeito foragiu do bairro onde ocorreu o homicídio. Em seu interrogatório, entretanto, ele negou ter cometido o crime, embora houvesse contradições em sua narrativa.

O investigado tem passagem por roubo e na ocasião de sua prisão, em 2019, agrediu verbalmente e fez afrontas à equipe policial na Central de Flagrantes da Capital.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA