ÁGUA BOA

Policial

Polícia Civil recupera 50 ton. de feijão e desarticula grupo envolvido receptação de cargas e adulteração de carretas

Publicado em

Policial


Camila Molina/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, em investigação realizada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), desarticulou um grupo criminoso envolvido com receptação de carretas e cargas roubadas e adulteração de veículos. A ação resultou na recuperação de uma carga de aproximadamente 50 toneladas de feijão roubada e na apreensão de duas carretas.

Quatro integrantes do grupo foram presos em um galpão em Várzea Grande que era utilizado para esconder os produtos de crime. Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação, adulteração de sinal de veículo automotor, posse ilegal de arma de fogo e munições e associação criminosa.

Durante investigações referentes a roubos de cargas, a equipe da GCCO recebeu informações de que um galpão localizado no bairro Estrela Dalva em Várzea Grande estava sendo utilizado para adulteração de caminhões e receptação de cargas roubadas.

Com base nas informações, os policiais iniciaram o trabalho de monitoramento na região conseguindo identificar o local e constatando a movimentação suspeita de pessoas carregando sacos de um caminhão para o outro dentro do galpão. Ainda durante o monitoramento, os policiais visualizaram o momento em que chegou ao local um caminhão e uma carreta que entrou rapidamente e logo foram fechados os portões.

Leia Também:  Rotam prende suspeitos com meia tonelada de maconha; prejuízo é milionário para organização criminosa

Diante das evidências de ação criminosa, os policiais realizaram a abordagem no local, onde foram encontradas duas carretas com indícios de adulteração, lixadas e sem placas identificadoras. Os veículos estavam carregados com aproximadamente 50 toneladas de feijão, em sacos de aproximadamente 25 quilos.

Em checagem no sistema, os policiais identificaram que a carga era produto de roubo ocorrido no dia 04 de setembro, na MT-246, sentido Barra do Bugres/Jangada. Na ocasião, o motorista que  fazia o transporte da carga carregada em Campo Novo do Parecis com destino ao Porto de Paranaguá, foi abordado pelos criminosos armados e mantido em cativeiro até a consumação do crime.

As investigações indicaram que a carreta carregada com o feijão foi deixada no galpão em Várzea Grande, na quarta-feira (08), para realização do transbordo da carga. Em buscas no escritório instalado no local, foi encontrada uma pistola calibre 380, um carregador e cinco munições.

Diante dos fatos, oito pessoas que estavam no local foram conduzidas, sendo evidenciado o envolvimento de quatro suspeitos nos crimes de receptação de carga roubada, adulteração de veículo automotor, posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Os outros quatro conduzidos foram contratados pelo grupo para fazer o remanejamento da carga e foram ouvidos como testemunhas.

Leia Também:  Polícia Civil recupera em Campo Novo dos Parecis carretinha furtada em Tangará da Serra

O delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, destacou que os suspeitos fazem parte de uma associação criminosa envolvida em crimes de roubos e receptação de carga e que as investigações continuam para identificar outros envolvidos nos crimes.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Policiais civis e militares deflagram operação contra ações criminosa em Cáceres

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil em conjunto com a Polícia Militar deflagraram na manhã deste sábado (25.09), no município de Cáceres (225 km a oeste de Cáceres), a operação “Pacto pela Vida”, visando intensificar o combate à criminalidade na região de fronteira.

A ação integrada foi realizada das 5 às 11 horas da manhã, e teve como objetivo principal a repressão aos pontos de venda de drogas, coleta de provas para esclarecimentos de ocorrências de homicídio, bem como a desarticulação de organização criminosa instalada na cidade.

Foram cumpridos mandados de busca que resultaram na prisão de 5 pessoas em flagrante, sendo três autuadas por tráfico de drogas, duas por tráfico e associação para o tráfico, e outra presa por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. Duas pessoas também foram detidas por crime de menor potencial ofensivo, e responderão Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) de uso de entorpecentes.

Ao todo foram apreendidas 18 porções nos tamanhos pequenas e médias de substâncias ilícitas, 38 aparelhos celulares, 12 munições de diferentes calibres, 2 armas de fogo, 1 veículo, 4 televisores, 2 máquinas de cartão de crédito e débito, entre outros materiais como balança de precisão e relógios de marca sem comprovação fiscal. 

Leia Também:  NOTA DE FALECIMENTO

Também foram retirados de circulação a quantia monetária de mais de R$ 26 mil em dinheiro, além de notas bolivianas e dólares, os quais foram obtidos através de práticas ilícitas, bem como estavam sob a guarda de integrantes da organização criminosa.

Conforme o delegado de polícia Wilson Souza Santos, a primeira etapa compreendeu a produção de conhecimento acerca da forma de atuação da associação criminosa em Cáceres, e da localização dos pontos de vendas de drogas nos bairros, bem como na identificação de autores e das pessoas que os apoiam na execução de homicídio recentemente ocorridos na região.  

“Em seguida foi representado junto ao Poder Judiciário pela expedição dos mandados de busca e apreensão domiciliares, razão pela qual deflagrou-se a ação integrada voltada à efetivação das medidas deferidas pela Justiça”, destacou o delegado.

Participaram da operação “Pacto pela Vida”, policiais civis de Cáceres lotados na Delegacia Regional, 1ª Delegacia de Polícia, Delegacia de Defesa da Mulher, Delegacia Especializada do Adolescente, Delegacia Especial de Fronteira, e policiais militares do 6º Comando Regional, 6º Batalhão PM, Força Tática, Grupo Especial de Fronteira, equipes do CANILFRON e do CIOPAER.

Leia Também:  Polícia Civil recupera em Campo Novo dos Parecis carretinha furtada em Tangará da Serra

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA