ÁGUA BOA

Policial

Polícia Civil recupera em Campo Novo dos Parecis carretinha furtada em Tangará da Serra

Publicado em

Policial


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma carreta reboque de duas rodas, furtada em Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá), foi recuperada pela Polícia Civil, na quinta-feira (23.09), na cidade Campo Novo dos Parecis (396 km a noroeste da Capital), após ação integrada das Delegacias de Polícia dos dois municípios.

O veículo para transporte de volumes pertence a um pedreiro de 71 anos, e foi subtraída após a vítima estacioná-la em frente a sua casa no bairro Vila Portuguesa, em Tangará da Serra. Dentro da carretinha havia várias ferramentas de trabalho que também foram furtadas.

Na manhã de segunda-feira (20.09), o idoso procurou a Polícia Civil para registrar o boletim de ocorrência. Deste então os policiais civis passaram a investigar o furto.

Durante as diligências investigativas as equipes descobriram que a carretinha subtraída estava em posse de terceiros, uma casa situada no bairro Jardim Primavera, no município de Campo Novo dos Parecis.

No endereço os policiais civis localizaram a objeto furtado. A moradora informou que a carretinha havia sido adquirida por seu esposo há poucos dias, porém não soube informar de quem. Na ocasião o esposo da mulher não estava na residência pois havia viajado.

Leia Também:  Polícia Civil prende mulher com comprimidos de ecstasy e outras drogas durante buscas em Cuiabá

Em seguida o veículo reboque de 2 rodas foi apreendido e levado até a Delegacia de Campo Novo dos Parecis para as providências cabíveis, e posteriormente restituído para a vítima.

As investigações continuam para identificar o autor do furto.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Polícia Civil prende na Capital homem investigado por homicídio ocorrido em novembro passado

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriram na tarde desta sexta-feira (22.10) a prisão de um homem investigado por um homicídio ocorrido em novembro passado, na Capital.

Adilson Alves da Silva, 33 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo dentro de sua casa, no bairro Paraisópolis, ao lado do Três Poderes, no dia 07 de novembro do ano passado. Ele foi socorrido a uma unidade de saúde e faleceu dois dias depois, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Dois suspeitos invadiram a residência da vítima, arrombaram a porta e um deles, o preso nesta sexta-feira, fez os disparos de arma de fogo contra Adilson, que dormia ao lado de sua esposa.

A investigação da DHPP encontrou elementos robustos que chegaram ao autor do crime, de 22 anos, que teve o mandado de prisão temporária representado pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes à 12a Vara Criminal, que decretou a prisão temporária.

Em seu interrogatório, entretanto, ele negou ter cometido o crime, embora houvesse contradições em sua narrativa. “Agora, ele aguardará preso até a conclusão das investigações e, sendo convertida a cautelar em preventiva, o desenrolar do processo”, explicou o delegado.

Leia Também:  Homem é executado dentro de ônibus no baixo Araguaia

Após o crime, a investigação apurou tudo que ocorrera na data dos fatos e constatou que esse suspeito foragiu do bairro onde ocorreu o homicídio. Em seu interrogatório, entretanto, ele negou ter cometido o crime, embora houvesse contradições em sua narrativa.

O investigado tem passagem por roubo e na ocasião de sua prisão, em 2019, agrediu verbalmente e fez afrontas à equipe policial na Central de Flagrantes da Capital.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA