ÁGUA BOA

Policial

Três investigados por homicídios são presos em Primavera do Leste e Pontal do Araguaia

Publicado em

Policial


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Policiais civis da Delegacia de Primavera do Leste e da Delegacia da Muher de Barra do Garças cumpriram  mandados de prisões contra três investigados por homicídios cometidos em Primavera. As ordens judiciais decretadas pela 1a Vara Criminal de Primavera do Leste foram cumpridas na última semana e nesta terça-feira (21), em Pontal do Araguaia.

As investigações conduzidas pela Divisão de Homicídios da Delegacia de Primavera do Leste apuram os crimes contra Erivaldo Eloi da Silva, 32 anos, encontrado morto em outubro do ano passado e Douglas Soares de Amorim, 26 anos, morto no bairro Padre Onesto Costa, em fevereiro deste ano.

As prisões temporárias foram representadas pelo delegado Allan Victor Sousa da Matta. Com as prisões, a Polícia Civil espera esclarecer mais pontos nas investigações e evitar que os investigados fujam do distrito da culpa.

Um dos investigados, de 19 anos, foi preso no bairro Padre Onesto Costa. Os policiais civis seguiram até uma casa em que o suspeito estava se escondendo e notaram uma intensa movimentação no local, característica de ponto de venda de entorpecentes.

Leia Também:  Motorista é preso por crime ambiental transportando 250 estacas de angico

Ao notar a aproximação, uma pessoa pulou o muro em fuga e passou por várias casas. Equipes da Derf de Primavera do Leste e da Polícia Militar auxiliaram no cerco e depois de uma varredura na região, o investigado foi localizado dentro de uma residência, escondido debaixo de uma cama.

Em buscas na casa onde o suspeito estava residindo, os policiais apreenderam celulares sem origem comprovada, chassis e rádios portáteis.

Prisão em Pontal do Araguaia

O investigado de 50 anos preso nesta terça-feira foi localizado na zona rural de Pontal do Araguaia, cidade ao lado de Barra do Garças, pela equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças.

Os policiais chegaram ao foragido durante diligências para apurar uma ocorrência de violência doméstica e familiar registrada no último domingo (19.09). Os investigadores identificaram que contra o homem havia um mandado de prisão temporária em aberto expedido pela Comarca de Primavera do Leste. 

O homicídio pelo qual é investigado ocorreu no ano passado e após cometer o crime, ele fugiu da cidade.

Leia Também:  Polícia Civil prende mulher com comprimidos de ecstasy e outras drogas durante buscas em Cuiabá

Ele foi conduzido à Delegacia da Mulher de Barra do Garças, onde foi interrogado no procedimento que tramita pelos crimes no âmbito da Lei Maria da Penha. Depois de formalizado o mandado de prisão, ele foi encaminhado à unidade prisional, onde aguardará recambiamento para Primavera do Leste.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Polícia Civil prende na Capital homem investigado por homicídio ocorrido em novembro passado

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriram na tarde desta sexta-feira (22.10) a prisão de um homem investigado por um homicídio ocorrido em novembro passado, na Capital.

Adilson Alves da Silva, 33 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo dentro de sua casa, no bairro Paraisópolis, ao lado do Três Poderes, no dia 07 de novembro do ano passado. Ele foi socorrido a uma unidade de saúde e faleceu dois dias depois, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Dois suspeitos invadiram a residência da vítima, arrombaram a porta e um deles, o preso nesta sexta-feira, fez os disparos de arma de fogo contra Adilson, que dormia ao lado de sua esposa.

A investigação da DHPP encontrou elementos robustos que chegaram ao autor do crime, de 22 anos, que teve o mandado de prisão temporária representado pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes à 12a Vara Criminal, que decretou a prisão temporária.

Em seu interrogatório, entretanto, ele negou ter cometido o crime, embora houvesse contradições em sua narrativa. “Agora, ele aguardará preso até a conclusão das investigações e, sendo convertida a cautelar em preventiva, o desenrolar do processo”, explicou o delegado.

Leia Também:  Policiais civis de Barra do Garças participam de apresentação sobre monitoramento de reeducandos em Barra do Garças

Após o crime, a investigação apurou tudo que ocorrera na data dos fatos e constatou que esse suspeito foragiu do bairro onde ocorreu o homicídio. Em seu interrogatório, entretanto, ele negou ter cometido o crime, embora houvesse contradições em sua narrativa.

O investigado tem passagem por roubo e na ocasião de sua prisão, em 2019, agrediu verbalmente e fez afrontas à equipe policial na Central de Flagrantes da Capital.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA