ÁGUA BOA

Política

Bazar da Assembleia Social será on-line e começa nesta sexta-feira (11)

Publicado em

Política


Edição de 2020 teve formato híbrido: parte das vendas pelo Instagram e parte presenciais, no estacionamento do Teatro Zulmira Canavarros

Foto: Karen Malagoli

A primeira edição do Bazar da Assembleia Social totalmente on-line já começa na próxima sexta-feira (11). Há quase 1500 peças disponíveis para a venda – novas ou usadas (em perfeito estado) – e os interessados podem adquirir, a partir das 9h, em um site especialmente desenvolvido para a iniciativa: www.bazarsocial.com.br. Toda a arrecadação será diretamente destinada à Associação de Trabalhadores Voluntários contra o Câncer de Mama em Mato Grosso (MTMamma).

Nesta edição, há roupas e calçados femininos, masculinos, tamanhos adulto e infantil, acessórios (como bijuterias, bolsas e cintos), brinquedos e alguns artigos de decoração. Há grande variedade de tamanhos e de marcas e os preços estão entre R$ 4,99 e R$ 149,99.

“Nosso bazar já é bastante conhecido pela qualidade, mas nos superamos desta vez”, brinca Daniella Paula Oliveira, diretora da Assembleia Social. “Na curadoria, nos preocupamos em disponibilizar para a edição on-line apenas peças perfeitas, boa parte com etiqueta, que recebemos de lojistas. Recebemos também doações de parceiros generosos, que repassaram roupas que na loja, custaria uns R$ 3 mil”, completa.

Leia Também:  TRE mantém cassação de Avallone por caixa 2 na campanha de 2018

As vendas estão previstas para ocorrer entre 11 e 20 de junho – ou enquanto durarem os estoques. Para comprar, basta acessar o site, selecionar os produtos divididos em categorias, adicionar ao carrinho e, para finalizar a compra, fazer um cadastro. As formas de pagamento são cartão de crédito, débito pelo banco Caixa Econômica Federal, transferência via PIX e paypal. É importante destacar que todo o recurso já cairá na conta bancária da MTMamma.

Foto: Karen Malagoli

Após a compra, o usuário será orientado para agendar a retirada (presencial ou por drive-thru) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, de segunda a sexta-feira, entre 8h e 17h.

Daniella Paula explica que o Bazar Solidário é um completo ciclo de consciência social: “É um bonito ciclo de solidariedade: a população é sensibilizada, desapega e doa; nós higienizamos tudo e isso volta, ou para comunidades carentes ou é vendido, a baixo custo. O ciclo gera o reuso consciente, menor impacto ambiental, renovação de energias. E o dinheiro arrecadado vai diretamente para projetos que conhecemos e acreditamos!”.

Leia Também:  Deputados em MT foram “fantoches” de empresários, diz MP em denúncia

Quem tiver dúvidas de como comprar pode manter contato pelos telefones (65) 3313-6994 ou 9 9962-0352.

Mais solidariedade

Além de atender as demandas das mulheres com câncer, por meio da MTMamma, parte do recurso arrecadado será utilizado para aquisição de utensílios de cozinha para a Associação de Mulheres Solidárias Joana D’Arc, com atuação no bairro Ouro Fino, região periférica de Cuiabá.

Além disso, centenas de peças não selecionadas para o bazar on-line estarão disponíveis para uma edição presencial, em momento seguro, para atender a outra instituição filantrópica.

Há ainda outro braço do Bazar da Assembleia Social: as peças impróprias para venda serão destinadas ao Projeto Guarda-roupa Solidário, com doação para alguma comunidade periférica.

SERVIÇO

Bazar da Assembleia Social – On-Line

A partir das 9h de 11 de junho, pelo site www.bazarsocial.com.br

Roupas, calçados, acessórios (adultos e infantis), brinquedos e artigos de decoração, com preços entre R$ 4,99 e R$ 149,99

Renda revertida para a MTMamma

Informações: (65) 3313-6994 ou 9 9962-0352

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

PLDO-2022 estima receita e despesa de R$ 24 bilhões

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

Está em tramitação na Assembleia Legislativa, desde o último dia 1º de junho, o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias, mais conhecido como PLDO-2022. A proposta do governo do Estado de Mato Grosso estima entre receita e despesa o montante de R$ 24,368 bilhões. É com base na LDO que o Poder Executivo elaborar o Projeto de Lei de Orçamentária Anual (PLOA). 

Antes de o PLDO-2022 ser colocado para a votação em Plenário, a Assembleia Legislativa e a equipe econômica do governo Estado devem realizar duas audiências públicas de forma híbrida (presencial e remota) para discutirem com a sociedade civil organizada as prioridades de investimentos em 2022. O calendário de prazos à apresentação de emendas e das audiências não está definido.  

Para o exercício financeiro de 2022, a proposta define uma meta do superávit primário no valor de R$ 429,3 milhões.  Os valores, de acordo com o PLDO, estão em sintonia com os cenários políticos, econômico e social, resultado da realidade econômica e financeira do Estado. 

Leia Também:  Após indicações, avançam obras na MT-100

A estimativa prevista para as despesas com pessoal e encargos sociais é de R$ 13,9 bilhões. O governo deve desembolsar a quantia de R$ 400,8 milhões com juros e encargos da dívida pública. O total geral da despesa empenhada soma o valor de R$ 20,7 bilhões. Para investimentos, no próximo ano, a estimativa é de R$ 2,011 bilhões. 

No projeto, o governo estima uma renúncia fiscal líquida de R$ 5,3 bilhões. A fatia maior é do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) de R$ 4,8 bilhões. Com o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) a renúncia prevista é de R$ 177,3 milhões. Já as renúncias de juros e penalidades são da ordem de R$ 270,2 milhões. 

Para a projeção da renúncia fiscal, de acordo com o PLDO/2022, foram considerados, além dos normativos vigentes em exercícios anteriores, os efeitos das alterações decorrentes da celebração de novos Convênios ICMS celebrados no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). 

O índice de reposição inflacionária prevista no Reajuste Geral Anual (RGA), conforme o PLDO/2022, para servidores efetivos e temporários é de 5,05%. Com isso, o impacto para os cofres públicos deve ser de R$ 489,7 milhões no próximo ano. O projeto estima, ainda, o montante de R$ 71,9 milhões para as progressões e promoções de carreira dos servidores públicos. 

Leia Também:  Comissão avalia projetos na 2ª reunião extraordinária e ouvirá superintendente do Incra
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA