ÁGUA BOA

Política

Botelho intervém e Seaf garante recursos para projeto de irrigação

Publicado em

Política


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Treze famílias que trabalham na agricultura familiar, de São José do Rio Claro, serão beneficiadas com recursos para alavancar o projeto de sistema de irrigação para pequenas propriedades. A confirmação foi dada após reunião, nesta terça-feira (29), no gabinete do primeiro-secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), encaminhando a proposta ao secretário de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf), Silvano Amaral, que sinalizou positivamente ao atendimento dessa proposta.

Recepcionados pelo assessor parlamentar Ricardo Adriane, a presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de São Jose do Rio Claro (Aproclaro), Vânia Furtado Fiorini e Bruno Casavecchia, extensionista da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), agradeceram o apoio necessário para a consolidação da proposta. No Ofício 05/2021 explicam que a forte sazonalidade de chuvas no estado, com período de estiagem, que vai de maio a setembro, inviabiliza a produção hortifrutigranjeiros, nesse período sem o uso de irrigação.

O projeto de irrigação deverá atender os pequenos produtores para melhorar as condições de trabalho. O secretário Amaral se dispôs a ajudar, pediu ao técnico para formatar a proposta e, consequentemente, autorizar a obra, que contará com a mão de obra dos pequenos produtores. “Poderão melhorar o plantio, que já desenvolvem em meio às dificuldades e falta de água. O deputado Botelho irá in loco constatar a produção pujante desses agricultores, que não medem esforços para alavancar a produção buscando parcerias”, explicou Ricardo Adriane, ao citar a produção de limão, abacaxi, bacia leiteira, piscicultura, dentre outros.

Leia Também:  Conversa telefônica sobre CPI entre Senador Kajurú e Presidente Bolsonaro vaza nas redes sociais

“Viemos atrás de recursos para melhorar a agricultura familiar do nosso município. Fomos muito bem recebidos e saímos confiantes de que vamos conseguir viabilizar esse pedido”, disse Vania Fiorini.

Da mesma forma, Casavecchia, que atua como elo entre os produtores rurais e o governo estadual através da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural – Empaer, relatou sobre a importância do sistema. Com orientação técnica, ele ajuda na elaboração de projetos e estratégias à produção, auxiliando no desenvolvimento geral das propriedades.  

“Viemos até o gabinete do deputado Botelho requerer recursos para ajudar os pequenos agricultores de São José do Rio Claro à expansão da produção, na renda e dignidade às famílias”, destacou o técnico.

Para atender as demandas dos agricultores familiares dos assentamentos Santana D´Água Limpa, Campinas, Pouso Alegre, além dos outros três assentamentos oriundos da reforma agrária, a Secretaria Municipal de Agricultura encaminhou ofício solicitando um veículo para a assistência técnica e kit silagem, composto por vagão forrageiro, ensiladeira e carreta basculante.  

Leia Também:  Senador Welinton Fagundes realiza visita à Água Boa e fala de investimentos no município
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Lei assegura atendimento prioritário a doadores de sangue raro

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

Os doadores de sangue raro terão atendimento prioritário nos bancos de sangue de Mato Grosso. É o que determina a Lei 11.461/21, de autoria do primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), sancionada no mês de julho.  

Com a nova lei, os bancos de sangue ficam obrigados a priorizar o atendimento desses colaboradores, quando convocados para a reposição, devido à urgência na coleta, para atender pacientes que necessitem de transfusão ou cirurgia que exija reserva para emergências.

A iniciativa visa acelerar o atendimento dos portadores de sangue raro, que pela regra atual preconiza que o doador, espontaneamente, se dirija ao banco de sangue para fazer a doação e enfrente fila de espera junto com os doadores convencionais.

Especificações – Doadores de sangue fenotipados são aqueles classificados, após a doação convencional, por antígenos do sistema ABO, visando maior similaridade possível com o sangue do eventual paciente receptor da transfusão, evitando a sensibilização e o desenvolvimento de anticorpos irregulares no receptor do sangue.

Leia Também:  Senador Welinton Fagundes realiza visita à Água Boa e fala de investimentos no município

O que diferencia os doadores convocados dos demais, é que nestes casos, o banco de sangue entra em contato com os pré-selecionados, solicitando o comparecimento urgente para a doação espontânea e atender o paciente que depende dessa doação para sobreviver. Daí a importância de priorizar o atendimento aos doadores fenotipados e de sangue raro.

“Com essa lei, vamos criar condições para que o sangue raro ou específico fenotipado chegue o mais rápido possível ao paciente que necessita de transfusão ou que garanta estoque de reserva para possíveis emergências durante cirurgias”, justificou o parlamentar.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA