ÁGUA BOA

Política

Botelho visita Poconé e entrega micro-ônibus escolar

Publicado em

Política


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Alunos da zona rural de Poconé receberam um micro-ônibus para o transporte escolar, adaptado também para Pessoa com Deficiência (PCDs), nesta segunda-feira (13), durante cerimônia que contou com a presença do deputado Eduardo Botelho (DEM), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa e autor da emenda parlamentar que viabilizou a aquisição do veículo. Botelho retornou às atividades no Parlamento hoje, após licença para tratamento de saúde.  

O prefeito de Poconé, Atail Marques do Amaral, o Tatá Amaral, e a primeira-dama, Joelma Gomes, agradeceram o trabalho do deputado em benefício da população local. Amaral entregou a chave do micro-ônibus à secretária municipal de Educação, Ornella Falcão.  

“Agradecemos de coração o deputado pela destinação desse micro-ônibus para Poconé. Queremos dar sequência nessa evolução da Educação do município, já reformamos vários colégios da zona rural e precisamos agora reformar os da zona urbana. Um convênio, por parte dos deputados, nos ajuda muito. Queremos dizer que, através do deputado Botelho, temos algumas ações protocoladas na Sinfra [Infraestrutura] e outras que serão protocoladas nesta semana. Certamente, vamos conseguir muito mais, com a parceria em que o deputado, que é da baixada cuiabana, se colocou a nos ajudar junto ao governo”.  

Leia Também:  Dilmar participa de ato de assinatura do contrato para construção da ferrovia estadual

Ao agradecer a iniciativa, a secretária Ornella entregou outra reivindicação a Botelho pedindo apoio à reforma do prédio da Escola Municipal de Primeiro Grau João Godofredo. “É a maior escola da rede pública do nosso município. Quero pedir que olhe com imenso carinho para que destine recursos, pois precisamos recuperar a estrutura física dessa escola”, solicitou.  

Atualmente, a Prefeitura de Poconé atende 56 rotas de transporte escolar, distribuídas em pelo menos 70 comunidades rurais, sendo 30 assentamentos, além dos distritos de Cangas, Nossa Senhora Aparecida do Chumbo e Vila 120.

Botelho lembrou que percorreu as comunidades no mês de junho deste ano, quando verificou as demandas. “Vimos que uma das necessidades para a zona rural era ônibus escolar. Então, destinamos esse micro-ônibus para ajudar. Temos outras ações que já solicitamos e está em andamento, como asfalto e a questão das pontes. Hoje, recebi a solicitação para reformar a escola [João Godofredo] e vamos trabalhar para que possamos consolidar esse pedido de reformar essa escola antiga e muito importante para o município”, afirmou Botelho.

Leia Também:  CPI da Renúncia Fiscal ouve amanhã (24), às 10 horas, o produtor rural Antônio Galvan

Também participaram a vice-prefeita, professora Soenil Sales; a secretária municipal de Educação de Poconé, Ornella Falcão; o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Márcio Fernandes; a ex-vice-prefeita, Cibele Gayva, a assessora pedagógica Suzam Meire, o coronel Joselito do Espírito Santo, além servidores municipais.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Ulysses Moraes realiza segunda fiscalização em escola estadual de Sinop que teve início das obras em 2013

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

O deputado Ulysses Moraes realizou, na última quinta-feira (23), uma fiscalização na Escola Estadual do Jardim das Nações, em Sinop. A obra foi iniciada em 2013 e até hoje não teve finalização. Vale ainda destacar que o parlamentar esteve em outubro de 2020 fiscalizando a mesma unidade escolar e cobrando soluções.

O requerimento de nº 611/2020 solicitando informações também foi enviado à Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT), mas como não obteve resposta, o deputado foi novamente no local para cobrar uma conclusão.

“É a segunda vez que estamos aqui fiscalizando a escola no bairro Jardim das Nações em Sinop, mas nada de uma solução até agora. A obra começou em 2013 e até agora nada foi entregue a população. Isso não pode ficar assim”, disse Moraes.

De acordo com os dados do Geo Obras, do governo do estado, o orçamento inicial era de R$ 4.636.594,03 para a construção da unidade com 18 salas de aula. E o prazo para conclusão era de 365 dias, mas já são mais de dois mil dias em atraso.

Leia Também:  CPI da Renúncia Fiscal ouve amanhã (24), às 10 horas, o produtor rural Antônio Galvan

Vale destacar que no local que deveria estar funcionando uma escola estadual, teriam salas de diretoria, secretaria, sala de professor, sala de informática, biblioteca, quatro conjuntos de banheiro, cozinha e refeitório. Além disso, praça de recreação e uma quadra poliesportiva coberta com arquibancadas. A escola teria capacidade para atender mil alunos.

“É triste ver isso. Essa escola já deveria estar beneficiando muitos estudantes do município de Sinop, mas está paralisada, abandonada. E enquanto isso, o governo de MT não dá uma resposta, uma solução. Mas, nosso trabalho é incansável, viemos aqui novamente in loco para fiscalizar e cobrar por uma solução. O governo do Estado precisa dar mais transparência para população. Estamos cobrando isso”, finalizou o deputado.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA