ÁGUA BOA

Política

Deputado comemora a convocação de aprovados nos concursos públicos da PJC e Politec

Publicado em

Política


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) comemorou a convocação de 30 classificados ao cargo de delegado para a Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC), na última quinta-feira (9), publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) pelo Poder Executivo de Mato Grosso. Também, foi divulgado o chamamento de aprovados às funções de papiloscopista e técnico de necropsia para ocuparem 48 vagas disponíveis nas unidades da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) dos polos regionais de Rondonópolis, Barra do Garças, Cáceres, Sinop e Tangará da Serra.

Desde o início do seu mandato na Assembleia Legislativa, Delegado Claudinei defende a nomeação dos aprovados nos concursos públicos da área da segurança devido ao déficit de servidores nas instituições. “Tivemos uma notícia importante do governo, com a convocação de aprovados dos concursos públicos para delegados da PJC e novos servidores para atender as unidades da Politec. Agradeço ao secretário da Seplag (Secretaria de Gestão e Planejamento de Mato Grosso), Basílio Bezerra, que trabalhou muito nisso. Ainda continuamos na luta por mais reforço de profissionais para melhorar o quantitativo de pessoal nas instituições da segurança pública de Mato Grosso. Ainda não chegamos a quantidade ideal”, declara o parlamentar.

Déficit – Ele que visitou os polos regionais da Região Integrada de Mato Grosso (Risp), em 2020, como presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Casa de Leis, explica que foi feito todo o levantamento para identificar as principais necessidades das forças de segurança pública. 

Leia Também:  Allan Kardec visita Parque Indígena do Xingu e entrega Lei do Kuarup durante cerimônia

“Visitamos todas as instituições de segurança pública dos polos regionais. Para a nossa surpresa, há uma necessidade muito grande de novos servidores, principalmente nas Polícias Civil e Militar que não tem concursos há anos. Mas, já estamos no aguardo do lançamento dos editais de concursos nesse semestre, conforme anunciado pelo governo de Mato Grosso”, disse o parlamentar.

Em relação à Politec, ele conta que, além do déficit de profissionais, há uma situação preocupante que é a necessidade de reforma nos prédios das unidades do interior pertencentes à instituição. “Ainda bem que serão 24 papiloscopistas e 24 técnicos de necropsia, mas sabemos que ainda é preciso mais servidores. Sabemos também que agora será um alívio para aqueles que já estão na ativa e reivindicaram o reforço de pessoal”, destaca.

“Estou muito feliz, sempre acreditei neste momento. Quero agradecer a todos os que não desistiram e lutaram por essas nomeações, o grupo da comissão, vereadores, deputados, enfim, muito obrigada. Pretendo ficar em Sinop e estou animada para começar a trabalhar. Essas novas nomeações serão um reforço importante para a área da segurança, em especial no interior, porque a necessidade é maior. Precisamos de mais servidores, e por isso vamos continuar cobrando o estado”, comemora Fabrícia Viêro Wisniewski, convocada para o cargo de papiloscopista, no polo regional de Sinop.

Leia Também:  Várzea Grande e Acorizal podem ser beneficiados com indicações

Nomeação – Os aprovados serão empossados ao cargo de delegado nos próximos 30 dias, sendo que ainda terão que passar pelo processo de formação técnica na Academia da PJC para executar os trabalhos. Logo que finalizarem a capacitação, serão definidas as unidades que serão lotados, de acordo com a decisão do Conselho Superior da instituição.

Com os polos regionais definidos para receber os aprovados da Politec, será preciso que os convocados confirmem até o dia 17 de setembro, às 13 horas, na sede da Politec de cada polo regional, o município que pretendem assumir o cargo, sendo que a escolha será feita de acordo com a ordem de classificação.

Outros concursos – Para os aprovados de concursos públicos dos Sistemas Penitenciário e Socioeducativo, Delegado Claudinei adianta que já tem uma agenda na Secretaria da Casa Civil de Mato Grosso, nesta terça-feira (14), com outros parlamentares para tratarem sobre a valorização salarial dos servidores dessas instituições. “Buscaremos atualizar as informações sobre as possíveis nomeações dos aprovados dessas instituições da segurança pública e do andamento da construção dos novos prédios do Socioeducativo nos polos regionais de Mato Grosso. Continuamos na luta e acompanhando”, manifesta Claudinei.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Dal Molin convoca audiência pública para debater redução de carga tributária em Mato Grosso

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

Apontada por especialistas como o maior entrave para o desenvolvimento econômico, o valor da carga tributária praticada no estado será o tema de uma audiência pública prevista para o dia 15 de outubro na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). O debate foi convocado nessa quarta-feira (15), pelo deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC) por meio do Requerimento 505/2021. 

A audiência pública será realizada de forma virtual, conforme estabelece as medidas administrativas adotadas pela ALMT a fim de prevenir a propagação da covid-19. 

Ao justificar o pedido, o parlamentar cita a complexidade do sistema tributário adotado pelo Estado e, que segundo ele, “resulta em gargalos logísticos e uma enorme insegurança jurídica para diferentes setores da economia”. 

“É urgente, e o ambiente é propício para que se discuta o “custo Mato Grosso”, se identifique mecanismos que possam auxiliar na retomada da atividade econômica, bem como na geração de emprego e renda”, avalia Dal Molin ao complementar que o setor de prestação de serviços, entre outros mais vulneráveis, ainda sente os efeitos causados pelas medidas restritivas impostas desde o início da pandemia. 

Leia Também:  Botelho destaca ação de MT que sai na frente e investirá em ferrovia

Ainda de acordo com o parlamentar, o Estado apresenta um crescimento vertical contínuo, enquanto setores essenciais para o aquecimento da economia, como agricultura, agroindústria e mineração, evoluíram de forma horizontal.

 “Chegou a hora do Estado servir ao seu povo. O Estado não pode ficar rico em detrimento ao trabalhador. Chegou a hora de discutirmos a redução dos impostos que incidem nos combustíveis, energia elétrica, gás de cozinha e do ICMS (…). Temos a obrigação moral de reduzir o custo de vida do cidadão mato-grossense e daqueles que geram empregos em todas as áreas da economia”, assinala o autor da célebre frase: “Mais gestão, menos impostos”. 

Foram convidados para participar da audiência: o governador Mauro Mendes (DEM), o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Luiz Gallo, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Cesar Alberto Miranda dos Santos Costa, além de membros de entidades representativas como a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat), Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Mato Grosso, Associação dos Condutores e Transportadores de Mato Grosso (Acontrans), entre outros. 

Leia Também:  Allan Kardec visita Parque Indígena do Xingu e entrega Lei do Kuarup durante cerimônia

Aumento de arrecadação 

Segundo relatório emitido pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), no primeiro quadrimestre deste ano (2021), Mato Grosso registrou aumento na arrecadação de 26,2% se comparado com igual período do ano anterior. 

Já o faturamento total tributável saltou de R$ 119,5 milhões para R$ 172,5 milhões o que representa um acréscimo de quase 44%, gerando superávit e superando os efeitos econômicos negativos causados pela pandemia da covid-19. 

Nessa mesma linha, a arrecadação sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) aumentou 22%. Entre os setores que mais influenciaram no aumento da arrecadação estão: agropecuária (60%), indústria (40%) e comércio e serviços (25%).

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA