ÁGUA BOA

VÉSPERA DAS CONVENÇÕES

Governador, senadores, prefeitos, secretários e produtores rurais de MT se reúnem com Bolsonaro no Alvorada e reforçam apoio

Publicado em

Política

Governador, senadores, prefeitos, secretários e produtores rurais de MT se reúnem com Bolsonaro no Alvorada e reforçam apoio
O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (UNIÃO), senadores Wellington Fagundes (PL) e Jayme Campos (UNIÃO), além de deputados, prefeitos e secretários de Estado participaram, nesta quarta-feira (3), de uma reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), no Palácio da Alvorada. Oficialmente, o encontro tinha como pauta as questões municipalistas.
O deputado federal José Medeiros (PL) afirmou, em vídeo, que os presentes hipotecaram apoio à reeleição de Bolsonaro, que em seu discurso citou ‘feitos’ por Mato Grosso, como pontes, rodovias e outras obras de infraestrutura. A agenda ocorre às vésperas do fim do prazo para a realização das convenções partidárias. O governador Mauro Mendes já declarou apoio à reeleição de Bolsonaro, mas não definiu as alianças nem a chapa que terá ao Senado.
O presidente da Aprosoja, Fernando Cadore, também participou do evento. Ainda segundo Medeiros, produtores rurais presentes manifestaram apoio ao presidente. “[Falaram] sobre o quanto se sentem seguros em relação a este governo e o quanto se sentiriam inseguros se houvesse a vitória de outro candidato que apoia grupos que invadem terras e não trabalham com a defesa da propriedade privada”, afirmou Medeiros.
Já a deputada estadual Janaina Riva (MDB), que também esteve presente e usou sua fala para enaltecer o alinhamento do presidente com as pautas politícas do Estado e cobrar Bolsonaro sobre a necessidade da transformação na agroindústria e que a logística intermodal seja concretizada.“Precisamos que aconteça a transformação na agroindústria, que a logística intermodal seja concretizada, a qual foi brilhantemente pensada pelo seu ex-ministro Tarcísio. Mato Grosso hoje através de seus prefeitos reconhece que nunca na história houve tanta transferência de recursos da União para os municípios. E aqui estão lideranças da Baixada Cuiabana, Araguaia, região Norte, região Oeste e região Sul, para comprovar o que eu falo”, disse.

A parlamentar enalteceu ainda o aumento da transferência de renda a quem mais precisa e a diminuição do desemprego. “Sabemos que a redução do desemprego, o aumento da transferência de auxílios para aqueles que mais precisam, tudo que descrevi, só foi possível através desse alinhamento político. Acreditamos na futura duplicação da BR-163, na pavimentação da BR-158, no direito à propriedade e na família. E por tudo isso, acreditamos em Mato Grosso, acreditamos no Brasil, no Senador Wellington, no governador Mauro Mendes e no nosso presidente Bolsonaro”, ressaltou a parlamentar.

Leia Também:  Flamengo despacha o Corinthians e está nas semifinais da Libertadores

Ao presidente, Janaina ressaltou sua origem do interior de Mato Grosso e agradeceu a oportunidade de fala. “Agradeço a Deus por este momento único em minha vida, podendo falar ao presidente enquanto deputada estadual por Mato Grosso, nascida no norte do meu estado, em Juara. Esse dia com certeza ficará na história para mim”.

Pauta política


Durante vinda do ministro da Educação a Mato Grosso, na última terça-feira (2), o governador Mauro Mendes (UNIÃO) disse à imprensa que o objetivo do encontro desta quarta não era falar sobre política, mas que não se furtaria em tratar do assunto caso fosse perguntado.

A ‘expectativa’ de alguns aliados era de que o presidente pressionasse Mauro pela escolha do senador Wellington Fagundes (PL) para sua chapa. Por outro lado, o presidente do PSB, Max Russi, já reiterou diversas vezes que tem a palavra do governador de que o palanque será aberto para Natasha Slhessarenko (PSB), candidata ao Senado pelo partido do vice na chapa de Lula (PT), Geraldo Alckmin (PSB).

Alguns prefeitos presentes fizeram questão de agradecer ao senador Wellington Fagundes (PL) por oportunizarem o encontro com o presidente da República. Leonardo Bortolin (MDB), prefeito de Primavera do Leste, afirmou que a ação foi de extrema importância, e que Jair Bolsonaro pode confirmar a força e a liderança política do senador Wellington e do governador Mauro Mendes.

“Estou feliz por ver tantos líderes de Mato Grosso presentes aqui hoje, sinal de prestígio do senador Wellington, com quem vou caminhar no pleito deste ano”, disse o presidente, ao reafirmar seu apoio a aliança com o governador. Cerca de 250 pessoas participaram da reunião no Palácio do Alvorada.

Outro chefe do executivo municipal que declarou apoio ao senador foi Rafael Machado, de Campo Novo dos Parecis.

“Está muito claro que o palanque que será formado com Mauro, Wellington e Bolsonaro são os que a população quer, não há o que discutir”, afirmou.

Durante seu pronunciamento, o senador Wellington destacou o trabalho do Governo Federal em defesa do desenvolvimento do país e em especial de Mato Grosso. Ele citou, entre outros, os avanços registrados na educação, com a criação e implantação da Universidade Federal de Rondonópolis e o compromisso para implantação da Universidade do Norte de Mato Grosso, em Sinop.

Leia Também:  MT tem quatro candidatos ao Governo e sete ao Senado

Também destacou o desenvolvimento da infraestrutura do Estado, com as ferrovias FICO (Ferrovia de Integração do Centro-Oeste) , que ligará a região do Araguaia à Ferrovia Norte-Sul, em Goias; e da Ferronorte, que avança em direção a Cuiabá e ao Norte do Estado.

Wellington falou da importância da aprovação e sanção do projeto de lei de sua autoria que garantia a transferência da compensação prevista pela Lei Kandir aos estados e municípios exportadores de produtos primários e semielaborados. Ao todo, são R$ 65,6 bilhões de recursos assegurados, dos quais, Mato Grosso é um dos principais beneficiados. “Isso permitiu que os municípios pudessem ter autonomia para definir onde aplicar os recursos em obras importantes”, lembrou.

Para o senador, a situação seria melhor não fosse a pandemia do novo coronavírus. Ainda assim, destacou que o Governo Federal promoveu, nesse período, a maior transferência de renda à população. “É um Governo que acredita no cidadão e em quem quer investir”, frisou Fagundes.
O governador Mauro Mendes, por sua vez, ressaltou ao presidente Jair Bolsonaro o compromisso firmado em apoiar sua candidatura a reeleição. “Acredito que grande parte dos mato-grossenses já fizeram uma opção. Há alguns meses atrás fizemos um compromisso. E vamos honrar esse compromisso. Estaremos defendendo aquilo que eu e  grande parte da população de Mato Grosso acredita”, disse o governador.

Na reunião do Palácio do Alvorada, o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, entregou um documento contendo várias reivindicações dos prefeitos de Mato Grosso, dentre as quais a retomada das obras de duplicação do eixo norte da BR-163, com pedido de agilização de nova concessão.
Também foi entregue ao presidente uma carta de intenções da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso, em que ressaltam a importância da duplicação da BR-364 nos trechos que ligam os municípios de Jataí, Mineiros, Santa Rita do Araguaia, Alto Araguaia, Pedra Pereta e Rondonópolis, numa extensão de 400 quilômetros.

Olho no Araguaia/Olhar Direto
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

CFAEO promove segunda audiência sobre o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias

Publicados

em

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso realizou, na tarde desta quarta-feira (10), audiência pública para discutir o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2023 (PLDO-573/2022). O debate foi conduzido pela Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária e contou com participação de representantes da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz/MT), sindicatos, Defensoria Pública, Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM).

A receita total líquida para o ano de 2023 prevista na PLDO é de cerca de R$ 28,6 bilhões. O secretário-adjunto da Receita Pública da Sefaz/MT, Vinícius José Simioni da Silva, explicou os indicadores e parâmetros levados em consideração para chegar ao número apresentado na peça orçamentária. Porém, a estimativa foi alvo de questionamentos de participantes que acreditam na possibilidade de excesso de arrecadação.

Segundo o secretário-adjunto do Orçamento Estadual, Ricardo Capistrano, números podem ser atualizados para apresentação do projeto de lei orçamentária, que deve chegar em setembro para apreciação da Assembleia. O representante da Sefaz ainda destacou que a PLDO-2023 cria dispositivo para medir impactos e retorno econômicos das políticas públicas feitas pelo Estado de Mato Grosso.

Leia Também:  Jovem é preso suspeito de furtar motos, peças e som automotivo para desmanche em Barra do Garças

Entre as prioridades contidas no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023 estão manutenção de espaços educacionais, construção e reforma de estabelecimentos assistenciais de saúde, implementação de programas sociais e pavimentação e conservação de rodovias e gestão da regularização ambiental de imóveis rurais.

Representantes de sindicatos do funcionalismo público estadual cobraram a realização de concursos públicos para diferentes órgãos e secretarias e o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos anos em que a correção não foi concedida. A falta de oferta de qualificação profissional e a efetividade da renúncia fiscal dada pelo governo também foram alvo de discussões.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA