ÁGUA BOA

Política

Teatro Zulmira é palco de festival alusivo ao Dia Internacional da Dança

Publicado em

Política


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Depois de um intervalo de um ano, o festival mato-grossense em alusão ao Dia Internacional da Dança volta ao palco do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, para apresentação presencial. Será nesta sexta-feira (15) e no sábado (16), sempre às 20h. Os ingressos estão à venda neste site e custam R$ 46, cabendo meia-entrada por direito e meia-entrada promocional, por meio da doação de três quilos de alimentos não perecíveis (a ser entregues diretamente na entrada do teatro). O evento está sendo organizado pelo Espaço Roda – Arte e Expressão e pelo Movimento VAMBORA.

Na sexta-feira, será realizada uma noite de gala com apresentação de montagens do Espaço Roda – Arte Expressão e das escolas convidadas Ópera Ballet e Estúdio Claz. Essa noite será transmitida ao vivo pela TV Assembleia (canal 30.1, TV aberta).

Na noite de sábado ocorrerá a mostra de dança com a participação de escolas de todo o Estado, em diversas modalidades de dança.

“Este ano, a gente retornou com as festividades do Dia Internacional da Dança. Estamos muito ansiosos para receber os grupos. Nós vamos começar com uma noite de gala e, no dia 16, a gente recebe os grupos que vão se apresentar para a mostra”, contextualiza Rafael Cerigato, organizador.

Leia Também:  Nova lei garante emissão de certidões em braile para deficientes visuais

Para marcar o encerramento do festival, ainda no sábado, será apresentada uma amostra do show B.R.U.S, de Chris Matallo e Jim Hamilton, já executado em diversos lugares do mundo.

“Estávamos esperando este momento de reabertura gradual de nosso teatro. Com todo cuidado, aos poucos, vamos ocupando o palco e as poltronas deste templo. E esta mostra tem todo o perfil que incentivamos: é democrática e apresenta novos talentos”, avalia a diretora do Teatro do Cerrado, Daniella Paula Oliveira.

Os alimentos arrecadados pela meia promocional serão destinados às entidades filantrópicas atendidas pela Assembleia Social, gestora do Teatro Zulmira Canavarros.

Bailarinos internacionais

O Dia Internacional da Dança também é marcado por cursos com professores de renome internacional. Nesta edição, foram convidados Felipe Camarotto, no Balé, Edson Santos, no jazz, e Chris Matallo e Jim Hamilton, no sapateado.

Todas as oficinas são gratuitas, destinadas a estudantes de nível intermediário e avançado. As inscrições podem ser feitas por meio deste site.

O Dia Internacional da Dança é uma realização do Espaço Roda – Arte & Expressão, em parceria com o Movimento VAMBORA, Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT), Assembleia Social e TV Assembleia.

Leia Também:  Deputado delegado Claudinei defende convocação de mais servidores aprovados para o Sistema Penitenciário
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Lúdio Cabral requer explicações do governador sobre dinheiro público gasto em festa no Salto das Nuvens, em Tangará da Serra

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) requereu ao governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e ao secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, informações e documentos sobre o apoio do governo estadual e o dinheiro público gasto na festa realizada na cachoeira Salto das Nuvens, em Tangará da Serra, na sexta-feira passada (15), no chamado “1º Encontro de Líderes e Empreendedores do Brasil”.

“Não haveria problema em realizar um seminário ou mesa-redonda para apresentar e debater o potencial de Mato Grosso para desenvolvimento econômico. Mas a informação que temos, de pessoas que estiveram no evento, é que o palestrante falou apenas 20 minutos, e o restante do tempo foi apenas festa. Uma festa milionária, um banquete regado a uísque, com show de cantores nacionais. A festa tem a marca do governo de Mato Grosso entre os apoiadores. O governo colocou dinheiro público nesse evento? Quanto de dinheiro público foi gasto com essa festa? São perguntas que fizemos no requerimento”, disse Lúdio.

Leia Também:  Projeto de lei institui a "hora do colinho" na saúde pública mato-grossense

No requerimento aprovado na sessão de quarta-feira (20), Lúdio Cabral busca ter acesso às planilhas detalhadas dos gastos feitos pelo governo estadual, além das cópias dos processos de contratos, convênios, ou termos assinados pelo governo, e detalhamento das ações do governo e do dinheiro público gasto para realizar o evento na cachoeira Salto das Nuvens.

“Mato Grosso tem 3,5 milhões de habitantes, dos quais 2 milhões estão inscritos no Cadastro Único da Assistência Social, em situação de insegurança alimentar, e 500 mil pessoas abaixo da linha de pobreza, passando fome. Não tem lógica o governo estadual gastar dinheiro com uma festa como essa. É um desrespeito com a população de Mato Grosso, que ainda sofre com a pandemia de covid-19. O estado com a pior gestão do país na pandemia, a maior taxa de mortalidade, quase 14 mil famílias em luto por conta da covid-19, e o governador fazendo uma festa milionária como essa?”, destacou Lúdio.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA