ÁGUA BOA

Saúde

Covid-19: Brasil registra 1.689 mortes e tem 16,9 milhões de casos

Publicado em

Saúde


O Brasil chegou a 472.531 mortes por covid-19. Em 24 horas, foram 1.689 óbitos e 66.017 novos casos. No total, 16.907.425 casos já foram confirmados no país. Ainda existem 3.910 mortes em investigação por equipes de saúde, dados relativos a ontem (4). Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente. Já o número de pessoas recuperadas totalizou 15.290.500.

Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado no fim da tarde de hoje (5). O balanço é elaborado a partir dos dados sobre casos e mortes levantados pelas autoridades locais de saúde.

boletim epidemiologico covid-19 05.06.2021    boletim epidemiologico covid-19 05.06.2021

Em geral, os registros de casos e mortes são menores nos feriados, aos domingos e segundas-feiras em razão da dificuldade de alimentação dos dados pelas secretarias de Saúde aos fins de semana. Já às terças-feiras, os totais tendem a ser maiores pelo acúmulo das informações de fim de semana que são enviadas ao ministério.

O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (114.192), Rio de Janeiro (51.508) e Minas Gerais (41.479). Já as Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (1.651), Acre (1.686) e Amapá (1.718).

Leia Também:  Apoio do BNDES permitiu à Fiocruz avançar na produção do IFA nacional

Em relação aos casos confirmados, São Paulo também lidera, com 3,3 milhões de casos. Minas Gerais, com 1,6 milhão, e Paraná, com 1,1 milhão de casos, aparecem na sequência. O estado com menos casos de covid-19 é o Acre, com 83,2 mil, seguido por Roraima (105 mil) e Amapá (112,8 mil).

Os dados da vacinação atualizados não foram informados pelo Ministério da Saúde até o fechamento da matéria.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Prefeito cumpre agenda em Brasília e anuncia vinda de ministro a Cuiabá

Marcelo Queiroga confirmou sua vinda a Cuiabá nos próximos dias

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro está em Brasília desde sexta-feira (11), juntamente com o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, Emanuelzinho, tratando da questão do envio de doses extras de vacinas contra a covid-19 para Cuiabá em contrapartida à realização da Copa América na cidade. Somente nesta semana, o prefeito e o parlamentar tiveram duas audiências com o ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos e com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, além de uma audiência com o presidente da República, Jair Bolsonaro, o que demonstra a atuação política incansável na busca de vacinas para acabar com a crise sanitária decorrente da covid-19, em Cuiabá.

“Em uma grande ação em defesa da população cuiabana, no enfrentamento à maior crise sanitária da História, temos que cuidar da saúde e da vida das pessoas. E o ministro, muito solícito – a gente agradece a audiência em pleno sábado – já está preparando uma agenda para, muito em breve, estar em Cuiabá e levar uma grande notícia para nossa população”, afirmou o gestor, em vídeo gravado ao lado de Queiroga e de Emanuelzinho.

Leia Também:  Covid-19: chega ao Brasil lote com 527 mil doses da vacina da Pfizer

O ministro da Saúde confirmou sua vinda à Capital mato-grossense nos próximos dias para anunciar novas medidas de combate à pandemia. “Cuiabá fez o dever de casa. Tem atuado forte na saúde pública e, por isso, tem condições de realizar jogos da Copa América. Então vamos trabalhar em parceria para fortalecer ainda mais o sistema de saúde da cidade de Cuiabá. Estarei em breve com vocês. Vamos trabalhar juntos para que consigamos vencer essa crise sanitária e Cuiabá crescer ainda mais”, disse o ministro em vídeo gravado ao lado dos representantes da população cuiabana.

Emanuel Pinheiro Neto também agradeceu a disponibilidade de Queiroga em somar esforços para o combate ao coronavírus em Cuiabá. “Agradeço imensamente o ministro da saúde, que tem sido muito solícito, muito atencioso com Cuiabá. Liderando esse momento de vacinação em massa para a população de Mato Grosso, em especial a população cuiabana. Aproveito para agradecer por ter aceitado o convite de ir a Cuiabá justamente para fortalecer nosso trabalho contra o coronavírus”.

Leia Também:  Covid-19: Fiocruz prevê entrega de 100 milhões de doses no 2º semestre

Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA