ÁGUA BOA

MUNDO ANIMAL

Arara vermelha toma café da manhã todos os dias em casa de Professora em MT

Publicado em

VARIEDADES

Uma arara vermelha, apelidada de ‘Lara’ ou ‘Loro’, aparece todos os dias para tomar café da manhã na casa da professora Rosilene Nascimento, em Pontes e Lacerda (MT). Ela pousa no muro da casa há quase um mês e recebe frutas todos os dias.

Rosilene contou que não sabe identificar se o animal é macho ou fêmea e, na dúvida, a chama de Lara e outras vezes, de Loro.

A primeira vez que a arara apareceu na casa a irmã de Rosilene, Sônia Nascimento, deu alimento à ela.

Segundo Sônia, ela é muito dócil. “Eu acordei de manhã, abri a porta, estava fazendo os afazeres de casa e de repente ela apareceu no muro e dei comida à ela. Ela é muito dócil, não sei se ela tem dono porque já perguntei para os vizinhos e ninguém é o dono e agora ela vem todos os dias”, contou.

Na casa, a irmã tem um cachorro e um gato que já não estranham mais a presença da arara.

Segundo Rosilene, ela aparece outras vezes no dia e fica voando por todo o bairro. “Ela anda por toda a vizinhança aqui no bairro. Ela aparece de manhã e algumas outras vezes no dia como 15h ou no fim da tarde “, contou.

Leia Também:  Preço dos combustíveis fez 62,5% dos brasileiros diminuírem uso de veículos

Além da Lara ou Loro, outras araras começaram a aparecer em uma árvore perto da casa de Rosilene.

Uma arara-canindé começou a aparecer recentemente no portão da casa da professora.

De acordo com Rosilene, na cidade há várias araras.

Em uma rua que fica em frente a uma delegacia de polícia tem muitas palmeiras onde vivem várias araras. Foram até construídos ninhos nas palmeiras.

Arara-vermelha e arara-canindé

A arara-vermelha-grande mede de 73 a 95 centímetros de comprimento e pesa até 1,5 quilo. Ela se chama vermelha, mas é colorida. A cor que lhe dá o nome é predominante, mas ainda tem as asas azuis com uma faixa verde. Por causa deste detalhe, inclusive, é também conhecida como arara-verde.

Ela se alimenta de frutos, sementes, folhas, insetos e pequenos vertebrados.

Geralmente de novembro a março costumam ficar agressivas, sobretudo em cativeiro, com seus tratadores. O acasalamento é lateral, diferentemente da maior parte dos psitacídeos, que é feita com o macho sobre a fêmea. Colocam de dois a quatro ovos e o tempo de incubação é de 28 dias.

Leia Também:  Água Boa - Acidente na rua Um deixa uma pessoa ferida.

Ela está ameaçada de extinção devido a própria devastação das florestas e a retirada de indivíduos de seu habitat (para tráfico e comércio ilegal). Tanto que a arara-vermelha-grande já está desaparecida de partes extensas de sua área de distribuição.

Já a arara-canindé – com coloração amarela e azul – pode chegar a medir 83 centímetros de comprimento, vive em florestas úmidas, matas de galeria, buritizais e palmais.

Para se alimentar desloca-se por grandes distâncias durante o dia, entre os locais de descanso e de alimentação. Alimenta-se basicamente de sementes, frutas e cocos de palmeiras.

Vivem rigorosamente aos casais, que permanecem unidos por toda a vida. O casal faz seu ninho em ocos de palmeiras e em outras árvores. A arara-canindé também está ameaçada de extinção.

Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

VARIEDADES

Jornalista aparece na Arena Pantanal e é recebida com festa por torcedores do Cuiabá

Nildes posou para fotos e vídeos foram registrados

Publicados

em

Após ganhar o noticiário no Estado por contas das polêmicas em que está se envolvendo, a jornalista Nildes Souza, 37 anos, tem prestigiado diversos locais com aglomerações, apesar de proibida pela Justiça de sair a noite, frequentar bares e de consumir bebida alcoólica. Reconhecida por conta da tornozeleira eletrônica que está usando desde terça-feira (12), ela tem sido “saudada” por onde passa, sempre com registros de fotos e vídeos.

Após ser fotografada na tarde de hoje pela Avenida Couto Magalhães e sacando dinheiro numa agência bancária de Várzea Grande, a jornalista esteve na noite de ontem nas imediações da Arena Pantanal, onde o Cuiabá venceu o Sport por 1 a zero. Nildes apareceu por lá enquanto os torcedores comemoravam a vitória do Dourado e acabou “fazendo a festa” com os torcedores.

Perto de integrantes de uma organizada, sambou enquanto a bateria da torcida voltou a tocar. Virou até grito de guerra dos torcedores. “A loira é da raça, ô,ô,ô,”, era um dos cantos.

Também posou para fotos com alguns torcedores e abraçava outros. Ela não apareceu com nenhum copo de bebida na mão.

Leia Também:  Greve de transportadores de combustíveis ocorre em seis estados

POLÊMICAS

A primeira polêmica de Nildes ocorreu na noite de segunda-feira. Na ocasião, foi detida por jogar bebida no rosto de um policial militar num bar na Praça Popular. Ficou detida até terça-feira, quando passou por audiência de custódia, onde ganhou liberdade com uso de tornozeleira eletrônica e outras proibições.

Na noite de quarta, a jornalista voltou a Praça Popular. A PM, acionada pelo presidente da Associação de Cabos e Soldados, conduziu ela até a Central de Flagrantes. Como descumprimento de cautelar necessita de decisão judicial para a acusada ser detida, foi liberada pela Polícia Civil sem necessidade de passar pela custódia.

Porém, na delegacia deu entrevistas com falas desconexas e confusas, revelando ter algum tipo de transtorno mental. Na primeira detenção, ela admitiu sofrer de bipolaridade.

Após sair da delegacia na noite de ontem, Nildes teria retornado à Praça Popular, mas deixou a região após ser alertada por um vendedor de balas. Voltou a ser notícia após brigar com um frequentador de um bar na região do Zero Quilômetro, em Várzea Grande.

Leia Também:  A prefeitos, Mauro avisa que vai à reeleição e aliados o vê imbatível

Após esse episódio, o debate sobre sua saúde mental ganhou força. A Associação de Cabos e Soldados conseguiu arrumar um psiquiatra para consultá-la e recebeu aval da família. Contudo, além de não saber seu paradeiro, necessita de decisão judicial para um tratamento involuntário.

Nas redes sociais, passou a ganhar seguidores, apesar de sua última postagem no feed do Instagram ter ocorrido no último dia 10. Já nos stories, compartilhou uma postagem do influencer Gato Louco na Arena Pantanal.

Olho no Araguaia/Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA