ÁGUA BOA

TRABALHO

Governo Norte-Americano cria programa de treinamento para ex-militares se tornarem caminhoneiros

Publicado em

Internacional

Os Estados Unidos tem a maior força militar do planeta, com mais de 1,3 milhão de militares na ativa e cerca de 17 milhões em situação de reserva. Com essa quantidade de pessoas, o número de combatentes que se aposentam todos os anos é alto. E na maioria das vezes, eles ainda são bastante jovens.

Para aproveitar essa mão de obra ociosa, o Departamento de Transportes dos EUA, por meio da Federal Motor Carrier Safety Administration (FMCSA), concedeu mais de US$ 3 milhões para centros de treinamento de motoristas, que deverão ser usados para treinar ex-membros das Forças Armadas que desejam se tornar caminhoneiros.

Dentro do programa, os veteranos receberão treinamento teórico e prático sobre tudo o que envolve a direção de caminhões pesados, e, no final dos cursos, irão obter suas carteiras de motorista comerciais (CDLs).

“Os veteranos sabem como levar as coisas para onde são necessárias com segurança. Em um momento em que nossa cadeia de suprimentos depende de motoristas de caminhão mais qualificados, este programa dará àqueles que serviram ao país uma nova e importante maneira de contribuir e se beneficiar ao lançar uma nova carreira neste setor vital”, disse o Secretário da US Transportation, Pete Buttigieg.

Leia Também:  Poder Judiciário de Mato Grosso

Com o programa, o governo norte-americano espera aumentar a quantidade de motoristas com uma CDL, oferecer novas oportunidades para os veteranos das Forças Armadas, e aumentar as qualificações profissionais de pessoas em comunidades carentes.

Chamado de Programa de Subsídios para Treinamento em Segurança de Operadores de Veículos Automotores Comerciais (CMVOST), o programa foi ampliado nesse ano, com maiores investimentos, permitindo o ingresso de mais interessados nos treinamentos.

A aprendizagem para recrutar mais motoristas de caminhão, e também um estudo de compensação e investimentos, e uma força-tarefa para melhorar a retenção na profissão de motorista de caminhão.

Olho no Araguaia – Blog do Caminhoneiro

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Internacional

Putin é expulso da Federação Internacional de Judô

Publicados

em

Mandatário tinha um dos cargos mais altos da entidade

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o oligarca Arkady Rotenberg foram expulsos de todos os seus cargos na Federação Internacional de Judô (IJF) em função da guerra na Ucrânia.

Apaixonado pelo esporte, o mandatário russo tinha um dos mais altos reconhecimentos da modalidade, sendo um 8º dan. Em fevereiro, a entidade suspendeu Putin como um de seus presidentes honorários.

Em seu comunicado, a IJF não mencionou em nenhum momento a guerra na Ucrânia. A federação também decidiu expulsar o bilionário russo Rotenberg, que era gerente de desenvolvimento da entidade desde 2013.

A federação é apenas a última, em ordem cronológica, a privar Putin de títulos esportivos honorários desde o início da invasão russa à Ucrânia.

No momento, russos e bielorrussos ainda estão autorizados a disputar torneios internacionais de judô, mas como atletas neutros. A entidade também cancelou a realização do Grand Slam de Kazan, na Rússia.

Olho no Araguaia – Terra Site de Notícias

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Homem é preso após tentar aplicar golpes em idosos usando programa do governo federal na divisa de MT e GO
Continue lendo

AGUA BOA

VALE DO ARAGUAIA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA